NCST repudia demissões da Pfizer

Data de publicação: 26 Maio 2022

Imagem: Olhar Digital 

Nesta quinta-feira (26), a Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), entidade que representa milhares de entidades sindicais, emitiu nota de repúdio sobre as demissões dos trabalhadores propagandistas, propagandistas vendedores e vendedores de produtos farmacêuticos, pela empresa Laboratórios Pfizer LTDA.

As demissões ocorreram, em todo o território nacional, indiscriminadamente, inclusive foram demitidos trabalhadores que possuem estabilidade, sobre o falso pretexto de que a empresa Pfizer não mais possui as atividades de propaganda e promoção médica.

Na nota assinada pelo presidente da NCST, Professor Oswaldo Augusto de Barros, a entidade solicita manifestação mais clara da empresa sobre as demissões. Colocando-se como apoio de entidades sindicais na busca por uma solução mais justa e razoável.

Leia aqui a íntegra da Nota de Repúdio
 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

Endereço: SAUS Quadra 04 Bloco A Salas 905 a 908 (Ed. Victória) - CEP:70070-938 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000

Back to Top