CONCLAT 2022: NCST participa de lançamento da Pauta da Classe Trabalhadora

Data de publicação: 7 Abr 2022

 
Em Conferência da Classe Trabalhadora em defesa do emprego, direitos, democracia e vida, centrais sindicais lançam documento unitário  

Em formato híbrido (presencial e virtual), nesta quinta-feira (7) em São Paulo, as centrais sindicais realizaram a Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (CONCLAT 2022 – Emprego, Direitos, Democracia e Vida). A Nova Central Sindical dos Trabalhadores - NCST, CUT, Força Sindical, UGT, CSB, CTB, CONLUTAS, Intersindicais e Pública lançaram no evento a Pauta da Classe Trabalhadora 2022, documento propositivo que será difundido nas bases sindicais em todo o país e em todas as categorias. Assim como será entregue aos candidatos e candidatas aos legislativos e executivos estaduais e federal.

Na Pauta da Classe Trabalhadora, apresentada pelos presidentes das centrais, constam propostas de geração de empregos de qualidade, aumento dos salários, proteção dos direitos trabalhistas, combate às desigualdades, proteções sociais e previdenciárias, defesa da democracia, da soberania e da vida.

Eduardo Maia, secretário-nacional, representando o presidente da NCST, professor Oswaldo Augusto de Barros, apresentou as propostas da classe trabalhadora relacionadas à educação. “A NCST tem como presidente professor Oswaldo, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Educação e Cultura – CNTEEC, uma das maiores confederações do Brasil, por isso a importância da nossa defesa desse item da pauta. Gostaria de acrescentar a isso, a justiça fiscal e o empreendedorismo, incentivo à micro, pequenas e médias empresas, pois sabemos que para alcançar tais objetivos precisamos de um Estado forte garantidor de políticas públicas de educação básica até a universidade, garantindo acesso às minorias e valorização dos profissionais de educação”, disse Maia.

Sobre a conferência, Maia ainda acrescentou: A CONCLAT significa esperança na renovação dos quadros políticos, no desenvolvimento econômico e social, numa sociedade mais solidária. Mas acima de tudo, esperança no cumprimento da Constituição Federal (CF), que o artigo primeiro da CF se faça vivo no nosso meio, que o Brasil seja de fato um Estado democrático de direito, fundado na soberania, na cidadania, na dignidade da pessoa humana, nos valores do trabalho e da iniciativa privada, no ambiente de pluralidade política que querem nos tirar. Nós vamos mover o Brasil. E começamos movendo a nós mesmos, a CONCLAT é só o primeiro passo”, enfatizou.  

CLIQUE E LEIA A PAUTA DA CLASSE TRABALHADORA 2022



A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

Endereço: SAUS Quadra 04 Bloco A Salas 905 a 908 (Ed. Victória) - CEP:70070-938 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000

Back to Top