FMI: previsão de crescimento pra América Latina em 2021 salta, mas Brasil vê projeção despencar

Data de publicação: 13 Out 2021


Cálculos vieram à tona em estudo do Fundo Monetário que reduziu também de 6% para 5,9% possibilidade crescimento global

 
Relatório "Perspectiva Econômica Mundial" foi divulgado nesta terça- feira (12) pelo Fundo Monetário Internacional e traça prognóstico pras diferentes economias - Marcello Casal Jr./Agência Brasil


por Cristiane Sampaio
edição de Anelize Moreira



O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou, nesta terça (12), previsão de salto no crescimento econômico da América Latina e Caribe para este ano, com projeção de 6,3% para o continente. Já o Brasil, que divide com o México o posto dos países mais expressivos da região, viu as expectativas desidratarem: a previsão de crescimento caiu de 5,3% para 5,2% em 2021.

Os dados partem do relatório “Perspectiva Econômica Mundial”. Para 2022, a perspectiva de crescimento brasileiro é de 1,5%. Enquanto isso, o México tende a registrar ampliação de 6,2% do PIB este ano e 4% no ano seguinte.

Os cálculos do FMI se baseiam em diferentes fatores, com destaque para o ritmo da vacinação contra a covid-19, tema em que a conduta do governo brasileiro tem despertado negativamente a atenção do mundo.

Apesar do histórico exitoso do Estado brasileiro em campanhas de imunização, a postura negacionista de Bolsonaro e aliados fez com que a aplicação das doses iniciasse com retardo no país.

Como resultado, o Brasil tem hoje menos da metade – cerca de 47% – da população completamente imunizada e ocupa a 62ª posição no ranking global de vacinação, segundo dados do painel “Our Wolrd in Data”, plataforma da Universidade de Oxford, no Reino Unido, que monitora a velocidade da imunização no mundo.

A pandemia é também o fator que levou o FMI a projetar riscos ainda de grande alcance para a economia global naquilo que se refere à perspectiva de crescimento. Por conta disso, o fundo alterou o índice de 6% para 5,9% para 2021 e prevê 4,9% em 2022.



Fonte: Brasil de Fato
 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top