Trabalhadores da Lactalis entram em Estado de Greve em todo o país

Data de publicação: 23 Jul 2021


Empregados da Lactalis do Brasil, marca responsável por produtos como o leite Parmalat, Elegê e Président, entraram em Estado de Greve, e anunciaram uma mobilização nacional no dia 27 de julho. O motivo é a recusa da empresa em repor a inflação na negociação salarial deste ano, além de uma estratégia truculenta para com os sindicatos de trabalhadores, nas diversas unidades da empresa.

 
Foto: Gerardo Iglesias


A movimentação é organizada pela CNTA (Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação e Afins) e pela Contac CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação da CUT). A UITA (União Internacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação) dá suporte internacional às entidades, na queda de braço contra o grupo francês.

“Em 2020, a Lactalis do Brasil teve alta de 167% nas exportações (Jornal do Comércio), tendo recebido isenções fiscais significativas de governos estaduais, como no Rio Grande do Sul. É um absurdo que a empresa não faça a simples reposição inflacionária”, protestou o presidente da CNTA, Artur Bueno de Camargo. Ele lembrou que, durante a pandemia, os empregados não pararam um dia sequer.

O dirigente sindical também reclamou que a empresa tem produzido informativos internos com ataques ao trabalho dos sindicatos. Na cidade de Teutônia-RS, a Polícia Militar foi acionada pela Lactalis, quando o sindicato tentou se reunir com os trabalhadores para debater a recusa salarial da empresa. “Não se sabe o que alegaram à polícia. Desconfiamos que tenham utilizado o falso argumento de aglomeração, ou suposta desordem”, comentou Camargo.

No dia 27, os sindicatos farão assembleias nas 19 unidades da Lactalis do país. Um boletim informativo será distribuído, com as motivações do Estado de Greve. A Lactalis do Brasil possui 8,5 mil trabalhadores, em 8 Estados da Federação. “A articulação nacional é fundamental, neste caso, apesar de termos sindicatos fortes em cada uma das unidades. Percebemos que muitas vezes o patrão joga unido, enquanto a gente faz a luta isoladamente”, apontou o presidente da CNTA.

Todo o material de divulgação do ato está sendo traduzido em francês e inglês pela equipe da UITA, e será enviado às 250 unidades da empresa pelo mundo – em todo o planeta, a Lactalis emprega 80 mil trabalhadores, em 88 países.



Fonte:Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação e Afins - CNTA
 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top