Brasil tem 40,3 milhões de pessoas em extrema pobreza. Quer ajudar?

Data de publicação: 14 Jun 2021

Distribuição de cestas com alimentos agroecológicos, máscaras e kits de higiene realizada por parceiro da ActionAid na Bahia. Foto: Divulgação ActionAidda


por Lara Barsi
edição de Sabrina Lorenzi



Ao menos 40,3 milhões de pessoas vivem em condições de extrema pobreza no Brasil. O número — equivalente a 19% da população brasileira — tem crescido a cada mês desde o começo da pandemia. A informação integra os últimos dados do Cadastro Único do governo federal. Em um ano, cerca de 2,4 milhões de pessoas cruzaram a linha da extrema pobreza, recebendo menos de R$ 89 por mês.

Com base nestes dados, publicados pelo Ministério da Cidadania, a Agência Nossa apurou que no Rio e em São Paulo o contingente de pessoas que caíram na miséria nos últimos três anos foi bem maior que a média do País.

No Rio, a extrema pobreza disparou 40%, enquanto a média brasileira foi de 15%. Já em São Paulo, o aumento é de 31%.

Diante desta realidade, diversas organizações resolveram intensificar ações existentes de combate à fome. Outras criaram projetos especiais para o enfrentamento da insegurança alimentar na pandemia. A Agência Nossa mapeou algumas destas iniciativas.

A ActionAid também apoia, com organizações parceiras, mais de 40 mil famílias, em 12 estados do País, com a distribuição de cestas de alimentos, vouchers de alimentação, kits de higiene e máscaras.

A Fundação Itaú e o Instituto Unibanco, junto com Bradesco e Santander, anunciaram a doação de R$ 37,5 milhões para uma ação emergencial em parceria com organizações da sociedade civil com presença por todo o território nacional. A ação apoia famílias por meio da doação de kits de alimentação.

A seguir, conheça mais sobre as iniciativas que levantamos e saiba como contribuir.


Franciscanos lançam nova campanha no Rio e em SP


O Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras) está lançando mais uma campanha de combate à fome.  As filas para as quentinhas do serviço Chá do Padre têm aumentado de tamanho e a expectativa da organização é que superem o atendimento diário de 6 mil pessoas atendidas entre Rio e São Paulo em 2020.

Os interessados em ajudar podem doar alimentos não perecíveis e cestas básicas; materiais de prevenção como álcool e álcool em gel, luvas e máscaras descartáveis, toucas e aventais descartáveis,  máscaras N95; produtos de higiene pessoal e produtos de limpeza.

Posto de coleta no Rio de Janeiro:

Tenda Franciscana – RJ: Largo da Carioca, s n, Centro, Rio de Janeiro -RJ, das 11 às 11:30 e das 17 às 17:30, de segunda a domingo.

Para doação de produtos de higiene, alimentos, cestas básicas, marmitas, lanches e embalagens.

Postos de coleta em São Paulo:

Para doação de produtos de higiene, roupas, alimentos e cestas básicas:

De Segunda à sexta, na Paróquia Santo Antônio do Pari – na Rua Rodrigues dos Santos, nº 831, Brás, das 10 às 17 horas.

Para doação de marmitas e lanches:

Tenda Franciscana – Chá do Padre – Rua Riachuelo – nº 314, Sé, das 10h às 11 horas (para almoço) e das 15h às 16h (para jantar).

As doações também podem ser feitas a partir de depósitos na conta da Associação Franciscana de Solidariedade.

CNPJ 11.861.086/0001-63

Banco do Brasil

Agência: 0386-7

Conta Corrente: 101234-7


Igrejas presbiterianas ajudam moradores de rua


Com o aumento crescente da população de rua no estado do Rio, projetos de ação social tentam amenizar a situação de quem não tem um lar. Em Niterói, a Igreja Presbiteriana Betânia Litorânea distribui alimentos para moradores de rua e cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade por meio do projeto Litorânea Viva. Já a Igreja Presbiteriana Betânia de Icaraí, a Betaninha, também leva alimentos a moradores de rua no âmbito do projeto Missão Amor, com parcerias para reabilitação de dependentes químicos.

Para saber mais sobre o Litorânea Viva siga @betanialit no Instagram.

Para ajudar o projeto, faça uma doação na conta da igreja, colocando 19 centavos no final do valor doado.

Igreja Presbiteriana Betânia Litorânea

Banco Itaú

Ag 4566

CC 23202-3

CNPJ: 14.842.730/0001-44

Para apoiar o projeto Missão Amor, faça uma doação na conta da igreja (abaixo), colocando 33 centavos no final do valor doado.

Igreja Presbiteriana Betânia de Icaraí

Banco Santander

Ag 3396

CC 1300531-0

CNPJ: 03.743.644/0001-68


Ação Integrada ampara quilombolas no RJ


O Projeto Ação Integrada, desenvolvido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) com a Cáritas Arquidiocesana do RJ, tem ajudado a garantir direitos de comunidades quilombolas no estado fluminense ao fornecer alimentos e capacitação. O Quilombo Maria Joaquina, localizado em Cabo Frio, na região dos lagos do Rio de Janeiro, é um dos beneficiados pelas doações de cestas básicas da iniciativa.

“A gente tem um problema na questão da terra, né? A gente não tem mais onde plantar, o espaço é pequeno, então a comunidade sofre muito. A gente está na luta para garantir nosso território. A fazenda está sendo loteada com a gente dentro. Nosso território está diminuindo a cada dia mais”, afirma Rejane Maria, liderança do quilombo de Maria Joaquina, e integrante da Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos (Conaq).

“Esses cursos têm ajudado muito a comunidade. Nós fizemos o curso do galinheiro, e hoje a gente já está criando da maneira correta. Também fizemos curso de hortaliça, para saber como plantar de forma eficiente”, completou.
Quem quiser contribuir com essa e outras ações do Projeto Ação Integrada pode entrar em contato com um dos seguintes números:

(21) 99580-7661

(21) 99932-0338


Apoio a comunidades cariocas


Desde o início da pandemia da COVID-19, a ONG Rio de Paz tem doado cestas básicas e kits de higiene para moradores de favelas do Rio.

“Distribuímos cestas básicas mensalmente nas favelas assistidas por nós, como Jacarezinho e Mandela. No Jacarezinho distribuímos quentinhas três vezes na semana e a distribuição de legumes, verduras e frutas também permanece acontecendo, principalmente agora na pandemia”, afirma Maria Inez, assessora da organização.

A ONG se define como uma instituição sem vínculo político-partidário, que luta pelos direitos de todos e combate a desigualdade social, as mortes violentas e as violações de direitos humanos.

Para saber mais sobre a Rio de Paz, siga @riodepaz no Instagram.

Dados bancários:

Banco Itaú

Agência 1185

Conta 44820-4

CNPJ 09.551.891/0001-49 (também número do PIX)


“Tem Gente com Fome”


A iniciativa “Tem Gente Com Fome” lançou uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos para ações emergenciais de enfrentamento à fome, à miséria e à violência na pandemia de COVID-19. A distribuição das doações se baseia na compra de insumos alimentícios nas próprias regiões das comunidades atendidas e/ou da entrega de cartões vale alimentação, que serão divididos proporcionalmente à demanda e arrecadação.

A pesquisa realizada pelo projeto identificou 222.895 famílias a serem apoiadas e mobilizadas em periferias, favelas, palafitas, comunidades ribeirinhas e quilombos, em todo o Brasil. A maior parte dos beneficiados está no Sudeste, totalizando 108.041 famílias. Em seguida vem a região Nordeste, com 46.697 famílias, a região Norte, com 32.267 famílias, a região Centro-Oeste, com 22.983 famílias, e por fim a região Sul, com 12.907 famílias.

A Coalizão Negra Por Direitos, que representa cerca de 200 organizações negras, realiza essa ação em parceria com a Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, 342 Artes, ABCD, Instituto Ethos, Grupo Prerrogativas, Orgânico Solidário e Nossas e com o apoio e a participação promocional de instituições, figuras públicas e parlamentares. O intuito é arrecadar alimentos, produtos de higienização, máscaras e recursos financeiros para enfrentar a fome.

Instituto de Referência Negra Peregum

CNPJ: 11.140.583/0001-72

Banco do Brasil

Agência: 1202-5

Conta Corrente: 73.963-4

Chave PIX: CNPJ


“É Tempo de Cuidar”

A Ação Solidária Emergencial “É Tempo de Cuidar”– uma iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Cáritas Brasileira, com um alcance de mais de 1,1 milhão de pessoas beneficiadas, arrecadou em recursos financeiros mais de R$4,6 milhões e distribuiu cerca de 5,9 milhões de quilos de alimentos. A campanha ajudou brasileiros de todos os estados do País e do Distrito Federal.

O balanço aponta ainda que as populações em situação de vulnerabilidade receberam 721 mil refeições prontas, 737 mil peças de roupas e calçados, além de 414 mil kits de higiene pessoal e 415 mil equipamentos de proteção individual.
“Um trabalho bonito, necessário, desenvolvido com o empenho de evangelizadores de muitas dioceses – de norte a sul e leste a oeste – de todo o Brasil”, afirma o presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo.

Em sua primeira fase, a campanha produziu e distribuiu para as populações mais vulneráveis cerca de 717 mil alimentos (quentinhas), arrecadou e distribuiu 727.832 mil unidades de roupas e calçados, 411.580 mil kits de higiene e 414.114 mil equipamentos de proteção individual.

A iniciativa entrou em sua segunda fase, ganhando um novo impulso, no dia 11 de abril deste ano, no Domingo da Misericórdia, quando todas as comunidades e paróquias católicas do Brasil foram convidadas a repicar os sinos salientando a importância da manifestação de sinais de esperança, fé e solidariedade diante das mortes pela COVID-19.

Para contribuir com a ação através de uma doação financeira faça um depósito em conta.

Cáritas Brasileira

CNPJ: 33.654.419/0001-16

Banco do Brasil – Cod.:1

Agência: 0452-9

Conta-corrente: 359000-3

Caso queira ajudar de outras formas, acesse: https://caritas.org.br/colabore.


ActionAid apoia famílias em 12 estados


De março a outubro de 2020, a ActionAid apoiou mais de 40 mil famílias, em 12 estados – Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Alagoas, Bahia, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Maranhão, Tocantins e Piauí – em capitais e municípios interioranos, especialmente das regiões Norte, Nordeste e Sudeste do País. Junto com 18 organizações parceiras, a instituição distribuiu mais de 57 mil cestas de alimentos, mais de 2 mil vouchers de alimentação, mais de 27 mil kits de higiene e mais de 72 mil máscaras.

“Em 2021, reforçamos nossa mobilização em prol da alimentação segura com a campanha ‘Combate à fome’. Com doações a partir de R$15,00, já é possível fazer a diferença e contribuir para que sigamos apoiando as comunidades em situação de vulnerabilidade. Além das doações, incentivamos que as pessoas apoiem e repercutam nosso trabalho nos acompanhando nas redes sociais, através da @actionaidbrasil, divulgando nossas iniciativas”, diz a diretora de Captação de Recursos da ActionAid, Renata Couto.

Para doar, acesse www.combateafome.org.br ou ligue para 0800 940 4420. Para parcerias diretas, o contato é: [email protected]


Fundação Itaú doa R$25 mi ao combate à fome


No final de março deste ano, frente ao crescente aumento de casos da COVID-19 no Brasil, a Fundação Itaú e o Instituto Unibanco anunciaram, conjuntamente com Bradesco e Santander, a doação de R$ 37,5 milhões para uma ação emergencial em parceria com organizações da sociedade civil com presença por todo o território nacional e experiência no combate à fome. Dos 37 milhões e meio, a Fundação Itaú contribuiu com R$ 25 milhões.

A ação humanitária apoia famílias por meio da doação de kits de alimentação (cesta básica, transferência de renda via cartão alimentação, distribuição de refeições, água e gás) e de proteção individual (materiais de higiene e limpeza).
Só neste ano, já foram beneficiadas organizações em 21 estados e no Distrito Federal. Entre as maiores contribuições, estão a doação de R$ 4 milhões para a Associação Franciscana de Defesa de Direitos e Formação Popular (UNEAFRO), que ajudou 6.667 famílias; a doação de R$4 milhões para a CUFA – Mães da Favela, que ajudou 10.222 famílias, e a doação de R$1 milhão para a Associação Redes de Desenvolvimento da Maré, que ajudou 1.667 famílias da cidade do Rio de Janeiro.

Em 2020, foram designados R$52 milhões, que beneficiaram 116 mil famílias em 18 estados do País, em todas as regiões.

“As ações emergenciais ocorrem desde o começo da pandemia, no ano de 2020. Nosso objetivo é manter esse apoio, considerando os diferentes cenários que a crise sanitária tem provocado. Entendemos que devemos contribuir para a garantia de segurança alimentar e, também, para a mitigação de risco de expansão e contaminação pela COVID-19. Também estamos atuando em outras frentes, como o edital “Comunidade, presente!”, que está selecionando organizações da sociedade civil para o financiamento de projetos que beneficiem estudantes e famílias impactadas pela pandemia”, explica a gerente de Fomento do Itaú Social, Camila Feldberg.


Instituto Unibanco apoia campanhas


Em março deste ano, diante da piora da crise de COVID-19 no Brasil, o Instituto Unibanco deu início, ao lado da Fundação Itaú Social a uma campanha de auxílio às populações em situação de extrema vulnerabilidade, com foco no aumento da segurança alimentar e, também, para a mitigação do risco de expansão e contaminação pela COVID-19.

A ação de combate à fome apoia famílias por meio da doação de kits de alimentação (cesta básica, transferência de renda via cartão alimentação, distribuição de quentinhas, água e gás) e de proteção individual (materiais de higiene e limpeza) e está concentrada nas campanhas “Mães da Favela”, da Central Única das Favelas (CUFA); “Maré diz NÃO ao Coronavírus”, da Redes da Maré (RJ); “SOS Favela”, da Viva Rio (RJ); “Rio Contra Corona”, da União Rio; “Brasil sem fome”, da Ação da Cidadania e “Tem gente com fome”, promovida pela Coalizão Negra por Direitos.

“A ação emergencial de combate à fome foi iniciada em maio deste ano e tem duração de três meses. Com isso, o auxílio às organizações será mantido até o final de julho. O apoio financeiro do Instituto Unibanco é de R$12,5 milhões do Instituto Unibanco. Todos esses recursos já foram direcionados para a ação”, relata o gerente de Planejamento e Articulação do Instituto Unibanco, Tiago Borba.



Fonte: Agência Nossa

 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top