Bolsonaro ignora orientação de Queiroga sobre uso de máscara e aglomeração

Data de publicação: 9 Jun 2021


“As imagens falam por si só”, disse o ministro após a exibição de um vídeo no qual o capitão aparece promovendo aglomeração com apoiadores e sem usar máscara

 
Queiroga depõe na CPI (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)


por Iram Alfaia


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta terça-feira (8) à CPI da Covid que orienta Bolsonaro sobre a necessidade do uso de máscara e não aglomeração como conduta acertada diante da gravidade da pandemia no país, mas o presidente não ouve seus conselhos. “As imagens falam por si só”, disse o ministro após a exibição de um vídeo no qual o capitão aparece promovendo aglomeração com apoiadores e sem usar máscara.

Pressionado pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL) sobre a conduta do presidente, Queiroga diz que orientava Bolsonaro, mas era ignorado. “As imagens falavam por si só. Não vou fazer juízo de valor sobre o presidente da República. Já informei a Vossa Excelência que conversei com o presidente sobre esse assunto. Quando ele está comigo, ele usa máscara”, respondeu.

“É constrangedor o senhor orientar a população toda a ter os cuidados necessários e o chefe maior da nação, que deveria ouvir o seu ministro da Saúde, não ouvir”, disse o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD).

Na sua fala inicial, o ministro referendou o discurso negacionista ao dizer que não há evidência comprovada de que cloroquina e ivermectina não funcionam no tratamento da Covid-19. Mesmo diante do entendimento de que não há divisão na ciência, ele continuou falando sobre divergências médicas sobre o assunto.

Queiroga também apresentou dados equivocados sobre a vacinação repetindo que o Brasil é o terceiro que mais vacinou no mundo, quando o país ocupa a 66º lugar no ranking de doses aplicadas para cada 100 mil habitantes.



Fonte: Portal Vermelho
 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top