Brasil tem 1,6 milhão de casos de covid-19 e quase 65 mil mortes; 16 mil em São Paulo

Data de publicação: 6 Jul 2020



Brasil e EUA atrasaram estratégias de combate e antecipam flexibilização equivocadamente. Internados em estado grave crescem 13,6% em uma semana em São Paulo




Flórida, nos Estados Unidos, permitiu abertura de bares em maio e viu crescer a escalada de contágios. São Paulo prevê reabertura



O Brasil chegou neste domingo a 1.603.055 casos de contaminação pelo novo coronavírus. De acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), 64.867 pessoas perderam a vida em decorrência da covid-19. O estado de São Paulo, que entra nesta semana na fase amarela do “controle”, concentra 16.078 mortes e mais de 320 mil casos de contágio. O estado tem 14.094 pessoas internadas, sendo 6.416 em estado grave, em UTI, e 8.488 em enfermarias. O número de pessoas internadas em estado grave, em UTIs, cresceu 13,6% em uma semana.

Embora São Paulo seja o estado com os piores números em relação à pandemia, o governador João Doria antecipou o funcionamento de academias e outros eventos. A capital prepara ainda a abertura de bares, à espera das mesmas filas para diversão vistas no Rio de Janeiro.

“Esses serviços não são essenciais e essa reabertura é muito arriscada. Seria preciso buscar outras maneiras de manter a economia se movimentando. Academias, por exemplo, representam aglomerações de pessoas emitindo gotículas de saliva, de suor, é muito preocupante”, afirmou o médico da saúde da família Aristoteles Cardona à RBA.

Com essa marca, o Brasil continua como o segundo país do mundo com maior número de mortes na pandemia, perdendo apenas para os Estados Unidos, que registra mais de 130 mil óbitos. O Reino Unido ocupa a terceira posição, com 45 mil mortes.

Depois de São Paulo, os estados brasileiros com mais casos acumulados são: Ceará (121.424), Rio de Janeiro (121.292), e Pará (113.811).







Semelhança mórbida



Nos Estados Unidos, governos que haviam flexibilizado a abertura do comércio começaram a recuar da decisão após o número de casos voltar a crescer, sobretudo no sul. A Flórida, onde vive grande número de brasileiros, teve recorde de contágios – movimento que passou a ocorrer em várias localidades da região sul do país, antes com menor incidência em relação ao norte.

O número total de pessoas com covid-19 no país deve ultrapassar a marca dos 2,5 milhões neste fim de semana. Assim como no Brasil, o governo americano negligenciou a gravidade da pandemia do coronavírus e ainda está longe de uma situação de controle.




Fonte: Rede Brasil Atual - RBA 


 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top