Live das Centrais: Calixto Ramos avalia impactos da tecnologia no mundo do trabalho

Data de publicao: 22 Maio 2020




A Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST participou, nesta sexta-feira (22/05), da segunda edição da Live das Centrais no formato videoconferência. O presidente da entidade, José Calixto Ramos, avaliou os impactos da tecnologia nas novas configurações do mundo do trabalho. Com o tema “Pela Vida, Democracia, Emprego e Renda – A unidade das centrais no enfrentamento à precarização do trabalho na pandemia Covid-19”, o debate virtual, mediado por Clemente Ganz Lúcio, contou com a participação especial do jornalista Leonardo Sakamoto. É a segunda live unitária dos presidentes das centrais, que, a partir de agora, será realizada quinzenalmente.

O presidente da NCST, durante sua intervenção, enfatizou a precarização do trabalho a partir de novas atividades advindas de recursos tecnológicos: uberização, home office entre outras atividades e denunciou, “modalidades que têm resultado em jornadas de trabalho exaustivas; de 10, 12, 14 horas de trabalho/dia.”

O líder sindical também relacionou os impactos econômicos e sociais resultantes da redução do poder de compra das famílias, gerando desemprego e falência de micro, pequenas e médias empresas com a redução, permanente e gradativa, do mercado consumidor do país. Além disso, Calixto dastaca que o empobrecimento da classe trabalhadora tem forte impacto na queda da arrecadação tributária, uma vez que, além de sua característica regressiva (incide mais entre a população socialmente vulnerável), os tributos brasileiros arrecadam, majoritariamente, sobre as rendas do trabalho e o consumo, ambos dependentes de maior incremento do poder de compra da população.

“A tecnologia desemprega ou coloca os trabalhadores em ocupações precárias e inseguras. Aos poucos e gradativamente, vai se observando o desaparecimento o trabalho presencial. Isso retira dinamismo da economia. Se as empresas não vendem, não produzem. Se não produzem, não geram empregos, nem salários, nem a arrecadação tributária resultante, enfraquecendo as finanças do Estado que poderiam contribuir, inclusive, com investimentos para o enfrentamento da grave pandemia que nos acomete. O sindicalismo está desafiado a se renovar, para atuar como agente de transformação, para gerar qualidade no mundo do trabalho”, avaliou Calixto.

Os debatedores destacaram que 100 milhões de brasileiros - quase metade da população - requereram o auxílio emergencial. Auxílio este que só foi possível a partir do empenho unitário das organizações sindicais brasileiras em uma ampla articulação política junto ao Congresso Nacional que buscou aumentar o valor do benefício - antes proposto pelo governo a apenas R$ 200 reais - bem como a ampliação da base de beneficiários. A significativa procura pelo beneficio, avaliaram, se deve ao empenho dos governantes de implementar uma agenda neoliberal, que colaborou para a ampliação das desigualdades e concentração de renda, interrompendo o ciclo de avanços sociais alcançados na década anterior.


Assista a íntegra desta edição da Live das Centrais:




* Ajuste o áudio no canto inferior direito do vídeo acima. Após acionado, o vídeo se inicia depois de 19 segundos.



Sobre o convidado especial



Leonardo Sakamoto é colunista do Portal UOL, fundador e coordenador da ONG Repórter Brasil e foi seu representante na Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo. Coordenou a pesquisa que resultou no estudo Trabalho Escravo no Brasil do Século XXI. Também recebeu o Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos pela reportagem Homens-Tatu do Sertão.





Imprensa NCST com Centrais Sindicais
 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top