SP: Sindicato negocia acordo para evitar terceirização e demissões na Nestlé

Data de publicação: 15 Jul 2019




Durante reunião realizada na quarta-feira (10) com o Stial (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Limeira e Região), a direção da Nestlé de Cordeirópolis-SP apresentou uma alternativa, para evitar a terceirização e demissões anunciadas na semana passada. Reunidos em assembleia com o sindicato, os trabalhadores rejeitaram, por conta da flexibilização intensa de benefícios. Consideraram, no entanto, positivo o início de um diálogo com a empresa.

Nestlé e sindicato tiveram reunião na sexta (12), quando a entidade representativa dos trabalhadores debateu uma contraproposta. A idéia é estabelecer um acordo com condições de trabalho e de salário melhores que as vivenciadas pelos empregados terceirizados.

“A ponte de negociação é uma atitude que deve ser valorizada. Em janeiro já ocorreram demissões, quando a empresa se recusou a qualquer tipo de conversa, e teve de encarar o sindicato na Justiça”, apontou o presidente do Stial, Artur Bueno Júnior. Na ocasião, a entidade obteve a extensão de benefícios aos empregados, apesar de não conseguir evitar a terceirização e as demissões.

“Infelizmente, a Reforma Trabalhista, entre tantas outras atrocidades, concedeu a liberdade de terceirização irrestrita, e o processo só não é mais cruel devido à intervenção e resistência do sindicato. Vamos tentar uma solução para os trabalhadores e seus familiares, preservando ao máximo seus empregos e benefícios”, apontou o sindicalista.

Participaram do encontro desta quarta, representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de São Paulo, já que a Nestlé de São Bernardo-SP também realiza processo de terceirização e demissões. Ainda estavam presentes representantes da Fetiasp (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação do Estado de São Paulo), da CNTA (Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação e Afins), e da Felatran (Federação Latino Americana dos Trabalhadores da Nestlé).


RELEMBRANDO


Trabalhadores da unidade da Nestlé de Cordeirópolis-SP foram comunicados, no dia 2 de julho, de que a partir de 1º de agosto, parte das atividades operacionais desenvolvidas na unidade seria terceirizada, e os empregados demitidos. Nesta etapa, seriam cerca de 80 trabalhadores, e para o sindicato está clara a intenção da Nestlé – terceirizar toda a mão de obra no centro de distribuição em Cordeirópolis.

Na semana passada, os trabalhadores decretaram estado de greve, que permanece vigente.




Fonte: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Limeira e Região - Stial, entidade filiada à NCST
 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top