Anamatra encaminha a presidentes de TRTs pedido de apoio à mobilização pela alteração da reforma da Previdência

Data de publicação: 11 Jul 2019


Movimento integra estratégia definida pela Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas)





A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) encaminhou, nesta terça (9/7), aos 24 presidentes de Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs) pedido de apoio à mobilização pela alteração do texto da reforma da Previdência (PEC 6/219). O movimento integra estratégia definida pela Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas). 

Nesse sentido, foram encaminhados aos presidentes ofício da Frentas, detalhando a atuação no Parlamento, petição pública com mais de 10 mil assinaturas de juízes e membros do Ministério Pública, que está sendo endereçada a deputados federais, e documento da Frentas com os principais pontos que, na visão das associações, precisam ser melhorados, sob pena de imenso prejuízo aos servidores públicos.

O pleito da Frentas é no sentido de minimizar os prejuízos a direitos previdenciários, apoiando mudanças relativas a temas como: regras de transição, alíquotas previdenciárias confiscatórias, cálculo da pensão por morte e dos benefícios previdenciários, nulidade de aposentadorias já concedidas a servidores públicos civis com base no arcabouço legislativo vigente e desconstitucionalização que prevê, inclusive, a obrigatoriedade de extinção dos Regimes Próprios de Previdência com a consequente migração de todos os servidores públicos civis para o Regime Geral de Previdência Social, gerido pelo INSS. 

Para a presidente da Anamatra, Noemia Porto, o apoio dos tribunais é de extrema importância, tendo em vista a expectativa, anunciada pela Presidência da Câmara, de votação breve da PEC. “É importante o apoio na busca pela redução das injustiças a serem efetivadas contra os magistrados e membros do Ministério Público e os servidores públicos civis nesta Reforma da Previdência, que têm sido demonizados e vilanizados como se fossem os responsáveis pelo suposto déficit previdenciário e pela crise orçamentária que assola o país”, explica. 

No mesmo ensejo, os documentos foram encaminhados por outras entidades da Frentas a dirigentes de outros ramos do Judiciário e também do Ministério Público.

Mobilização - Diretores da Anamatra, membros da Comissão Legislativa da entidade e diversos dirigentes de Associações de Magistrados do Trabalho de diversas regiões do Brasil estão mobilizados na Câmara dos Deputados, pela alteração do texto da reforma da Previdência (PEC 6/219). Clique aqui e saiba mais.


Confira os documentos:


Ofício

Petição

Principais pontos



Fonte: Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho - Anamatra

 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top