SP: Sindicato luta contra a terceirização e demissões na Nestlé

Data de publicação: 5 Jul 2019




Trabalhadores da unidade da Nestlé de Cordeirópolis-SP foram comunicados, na terça-feira (02), de que a partir de 1º de agosto, parte das atividades operacionais desenvolvidas na unidade será terceirizada, e cerca de 80 empregados serão demitidos.

É a segunda vez que a empresa realiza este tipo de ação, e o Stial (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Limeira e Região) promete resistir mais uma vez.

Para o sindicato está clara a intenção da Nestlé – terceirizar toda a mão de obra em Cordeirópolis. “O único objetivo deles é reduzir custos, focando nos salários e benefícios dos trabalhadores”, apontou o presidente do Stial, Artur Bueno Júnior.

O Stial obteve informações de que o mesmo processo de terceirização e demissões está ocorrendo na unidade de São Bernardo do Campo-SP. “Já havíamos alertado de que este seria o grande objetivo da Reforma Trabalhista. Possibilitar o corte de gastos, mediante a precarização do trabalho, e a destruição de benefícios e direitos”, afirmou Júnior.


ESTADO DE GREVE


Durante assembleias realizadas pelo sindicato na quarta (03), com todos os trabalhadores na portaria da empresa, os empregados decidiram entrar em estado de greve. Caso a Nestlé não abra negociações com o sindicato, tendo como objetivo evitar as demissões e a terceirização, a paralisação poderá ser decretada a qualquer momento. Durante as assembleias, os trabalhadores manifestaram repúdio contra as ações da empresa.

Em janeiro deste ano, a Nestlé já havia demitido quase 100 empregados em Cordeirópolis. Sob pressão do sindicato, que conseguiu suspender as demissões naquele momento, a empresa foi obrigada a negociar um pacote de benefícios. Durante audiência ocorrida em fevereiro, na 1ª Vara Trabalhista de Limeira, os empregados aceitaram a proposta.

Naquela ocasião, os trabalhadores terceirizados foram contratados com salários 50% menores, além de redução de benefícios, que atualmente são negociados pelo Stial.




Fonte: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Limeira e Região - Stial
 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top