Valdevan Noventa apresenta emenda à reforma que concede aposentadoria especial para trabalhadores do transporte público

Data de publicação: 11 Jun 2019







O deputado Valdevan Noventa (PSC-SE) apresentou na quinta-feira (30/05) a emenda ao texto da reforma da Previdência (PEC 6/19). A emenda do parlamentar é a de número 210/19 que prevê a concessão de aposentadoria por condição especial de trabalho para os motoristas de transporte rodoviário de passageiros e de cargas, cobradores e agentes de bordo. No total, Valdevan Noventa obteve 172 assinaturas dos deputados para confirmar a proposta.






O Diretor de Comunicação Social da Nova Central Sindical de Trabalhadores - NCST, Nailton Francisco de Souza “Porreta”, parabeniza o deputado pela inciativa. “Essa emenda parlamentar, caso sancionada, vai beneficiar milhões de trabalhadores do setor de transportes em todo território nacional. É preciso buscar apoio de deputados e senadores para que a emenda esteja inserida na PEC 06/2019 ao final dos trâmites no Congresso Nacional”, reforçou o líder sindical.


Sobre a emenda


Segundo o texto de Valdevan Noventa, a emenda tem o objetivo de conferir um tratamento distinto da regra geral para os motoristas que exerçam as suas profissões em veículos de grande porte em rodovias, estradas e vias urbanas, cobradores e agentes de bordo.
A emenda determina que será concedida aposentadoria ao segurado que comprove o exercício da atividade laboral como motorista de transporte rodoviário e urbano de passageiros ou de cargas que tenham cumpridos vinte e cinco anos de contribuição.
“A atividade de motorista profissional de passageiro ou de carga se reveste, via de regra, de considerável insalubridade, além de extrema penosidade para aqueles que a executam, pela associação dos agentes nocivos como ruído, vibração e calor, e também, em alguns veículos, o monóxido de carbono, aos quais estão expostos”, explicou Valdevan Noventa em sua justificativa.

Para ele, é injustificada e desproporcional qualquer espécie de relativização quanto à caracterização da insalubridade, além da penosidade como elemento autorizador do reconhecimento de que determinada atividade laboral é especial.
 
“A condução de veículos automotores é ofício exaustivo que submete terceiros a perigo, principalmente se realizada de modo negligente e, no caso do meio ambiente do motorista, o foco está posto num espaço público, em que as condições de integridade física, saúde e segurança do trabalhador estão intrinsecamente imbricadas com os mesmos direitos neste sentido assegurados a terceiros”, disse.

 
Tramitação

 
Terminou na última quinta-feira, 30, às 19h, o prazo para apresentação de emendas ao texto da PEC 6/19. No total, foram 277, das quais 163 entregues hoje (59%). Depois da conferência das assinaturas, as emendas serão analisadas pelo relator na comissão especial da Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), que pode acatá-las ou não, no todo ou em parte. A economia desejada pelo governo com a aprovação integral da proposta é de R$ 1,236 trilhão em dez anos.
 


 
Fonte: Assessoria do deputado Valdevan Noventa com adaptações da Imprensa NCST

 


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top