TO: Presidente da AL restringe acesso de sindicatos à galerias; entidades pedem providências

Data de publicação: 28 Mar 2019




por Dermival Pereira



Líderes sindicais do Tocantins informaram  ao Portal CP Notícias que o presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, deputado Antônio Andrade (PHS), restringiu o acesso dos presidentes dos sindicatos às tribunas de honra da Casa.  Diversas entidades ligadas aos servidores públicos estaduais estiveram no plenário da Casa de Leis na tarde desta quarta-feira, 27, para acompanhar os debates e votações de projetos do governo.

Entre as medidas em análise pelos deputados da tarde desta quarta-feira, 27, estão a Medida Provisória de número 2, que trata do congelamento de reajustes dos servidores públicos por um prazo de 30 meses e o Projeto de Lei que cria o manual de procedimentos da Polícia Judiciária, com várias restrições aos delegados, inclusive. 

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Tocantins (Sisepe), Cleiton Pinheiro, “durante os 30 anos de existência da Assembleia isso nunca tinha acontecido, criaram uma regra restringindo o acesso dos representantes dos sindicatos, proibindo a nossa entrada na galeria, só entra se estiver credenciado com um crachá dado por um dos deputados, ou seja, estão cessando o direito nós representantes classistas negociar com os deputados a votação das pautas do interesse dos servidores, fazendo com que os sindicalistas sejam obrigados a ter vinculação com algum deputado para poder entrar na tribuna”, critica o presidente.

Pinheiro disse também que “a Casa do povo está fechando as portas para nós que somos representantes dos trabalhadores, pois uma vez que os representantes dos servidores não podem entrar na tribuna para defender o interesse dos trabalhadores, as portas estão sendo fechadas. Eu como presidente do Sisepe aproveito para solicitar ao presidente Antônio Andrade, que a própria presidência faça os crachás e deixe na comunicação para que os presidentes de sindicatos possam se credenciar para ter acesso a tribuna, não somos contra a regulamentação, mas defendemos o direito de conversar com os deputados e discutir as pautas a serem votadas”, finaliza.


AL responde


A Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa negou que a Presidência esteja restringindo o acesso dos sindicalista as tribunas de honra da AL. Segundo a assessoria de imprensa da Casa, o que houve foi uma restrição por parte dos guardas em virtude das galerias de baixa já estarem cheias e não comportarem mais pessoas. No entanto, jornalistas presentes na sessão, informaram que no momento das restrições, as tribunas de honra estavam vazias, inclusive porque ninguém, exceto a imprensa com crachá, conseguia entrar.




Fonte: Portal de Notícias Cleiton Pinheiro


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top