Data de publicação: 2 Jul 2019


Osmir Bertazzoni, Diretor da Assuntos Jurídicos da NCST


Na quinta-feira (27/06), durante sessão legislativa da Câmara Municipal de Piracicaba-SP, o Diretor de Assuntos Jurídicos da Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST, José Osmir Bertazzoni, sofreu agressão física de militante do Movimento Direita Piracicaba (MDP), após se manifestar contrariamente à afirmação proferida na tribuna da casa de que “o povo” apoia a “reforma” da Previdência. A violência, devidamente registrada por celulares e pela assessoria de comunicação da Casa Legislativa, está sendo usada para devidas providências judiciais contra o agressor do líder sindical.

 
Assista:







“Ainda anestesiados com a ousadia de tal ocorrência dentro das dependências de uma instituição republicana, não iremos aceitar mais esse ataque ao Estado Democrático de Direito. Nosso ordenamento legal foi construído sob o pilar do direito inviolável da liberdade de expressão. Sem o respeito às divergências, ao debate qualificado e ao contraponto, o que restou da história foi o autoritarismo e a barbárie resultante do enfraquecimento das instituições democráticas. Países que conviveram com tais experiências amargaram tragédias humanitárias sem precedentes. Defensores que somos do direito a qualquer cidadão de se manifestar sem consequências à sua integridade física e psíquica, nos solidarizamos com o companheiro Osmir e nos colocamos à disposição para qualquer apoio que necessitar”, afirmou o presidente nacional da NCST, José Calixto Ramos.
 
 

 
Imprensa NCST