Data de publicação: 28 Jun 2019


Presidente da NCST/DF e do Conselho do Trabalho do Distrito Federal, Vera Leda de Morais


A presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores do Distrito Federal e Entorno – NCST/DF, Vera Leda de Morais, participou, nesta quinta-feira (27/06), do primeiro evento sob seu comando no Conselho de Trabalho do Distrito Federal. Promovido pela Secretaria do Trabalho do Governo do Distrito Federal, o “Arraial do Trabalho” ofertou serviços como emissão de carteira de trabalho, orientações para seguro desemprego e também profissionais, credenciamento de microempreendedores individuais e autônomos, atendimento jurídico, entre outros. Na oportunidade, foram entregues 47 cartas de créditos que visam atender às necessidades financeiras do pequeno e microempreendedor.
 
“A superação dos obstáculos econômicos que o país atravessa passa, indispensavelmente, por estímulos que impulsionem nossas cadeias produtivas. As micro e pequenas empresas, de acordo com os últimos levantamentos do Sebrae, concentram mais da metade das contratações formais e colaboram com 27,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do nosso país. Com números tão expressivos, estamos seguros de que apostar em investimentos nesse setor está entre as melhores estratégias para resgatar nosso desenvolvimento econômico com progresso social, nossa maior missão frente ao Conselho do Trabalho do Distrito Federal”, destacou Vera.




 
O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto assinalou a iniciativa como uma oportunidade de geração de emprego para o Distrito Federal. “A iniciativa é muito legal e tem a incumbência de gerar empregos; sair dessa informalidade. Fazer a cidade crescer novamente e dar essa dignidade (aos trabalhadores). Não desanimem! ”, pediu, acrescentando que foi ao evento agradecer em nome do governador Ibaneis, que, segundo ele, tem apreço pelo Setor Comercial Sul (SCS), onde ele instalou seu primeiro escritório de advocacia.




 
Já o secretário do Trabalho, João Pedro Ferraz, falou em “repaginação” do SCS e de criar, no local, a Rua 24 Horas, com entretenimentos diversos, como restaurantes, bares e outros. Ele sinalizou ainda que pretende adicionar o “Arraial” ao calendário de eventos do DF. “A mensagem do “Arraial” é que ele está aqui para acolhê-los [os trabalhadores], por meio das agências, que estão à disposição de vocês. Não desistam! ”, reforçou. “Aqui não foi colocado nenhum centavo de dinheiro público. A colaboração é de todos parceiros”, avisou.
 
O “Arraial do Trabalho” continua até esta sexta (28), das 8h às 17h, no Setor Comercial Sul, entre as quadras 6/5. O evento também terá exposições de artesanato, produtos da agricultura familiar e feira de orgânicos, além de apresentações musicais de artistas locais, quadrinhas e teatro de cordel.
 

Cartas de crédito




 

Uma das beneficiárias do documento, Kethelin Mota, 26 anos, tentou obter a carta de crédito no ano passado, mas só conseguiu este ano. Ela pretende reformar e ampliar um estúdio de personal, além de contratar mais funcionários. “É um crescimento para nós e uma forma de gerar emprego. Dessa forma ajudamos nós mesmos e outras pessoas”, disse a moradora de Planaltina.

A costureira Bautazala Boaventura, 53 anos, também foi uma das contempladas. A moradora de São Sebastião estava esperando a carta de crédito há 45 dias. “Preciso comprar materiais para aumentar meu negócio. Estou muito feliz e confiante, pois será um investimento para a minha profissão”.
 

Termo de cooperação

 
No local do evento, foi formalizado também um Ato de Assinatura do Termo de Cooperação Técnica da Fundação Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal CDL/DF com o setor produtivo de Brasília, por meio da Associação de produtores e da Secretaria do Trabalho.
 
Segundo a presidente da Fundação CDL, advogada Andrea Vasquez, a Fundação atende crianças e adolescentes em sistema de abrigamento. “É gratificante poder dar esse primeiro emprego ao adolescente que não foi adotado”, explicou Andrea, lembrando que esses jovens se encontram em situação de vulnerabilidade social.
 
Participaram da solenidade representantes de associações comerciais; da OAB; do Sebrae; Senai; Sesi; administradores e contou com o apoio das ações da Polícia e Bombeiro Militar do DF.


 
 
Fonte: Agência Brasília com adaptações da Imprensa NCST