Data de publicação: 8 Fev 2019


Assembleia Nacional da Classe Trabalhadora, na Praça da Sé, em São Paulo.





Depois de diminuir o valor do salário mínimo, o governo de Jair Bolsonaro está tentando acabar com a aposentadoria dos trabalhadores do campo e da cidade. Primeiro, ele mandou para o Congresso a Medida Provisória (MP) 871/2019, que pode acabar com a aposentadoria dos trabalhadores rurais. Até o fim deste mês, vai enviar uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) com novas regras para os trabalhadores da iniciativa privada. Nos dois casos, os trabalhadores mais pobres, que começam a trabalhar mais cedo, serão os mais prejudicados. As propostas de Bolsonaro não atacam as aposentadorias milionárias, nem os patrões que deixam de contribuir com o INSS, sonegam, fazem falcatruas. Pior: beneficia instituições financeiras.

Contra este retrocesso, as Centrais Sindicais convocam a Assembleia Nacional em defesa da Previdência Pública e Contra o Fim da Aposentadoria. Trabalhador e trabalhadora, baixe os materiais de divulgação, compartilhe nas suas redes e compareça na Praça da Sé! Participe!


Clique AQUI ( http://ncst.org.br/images_news/files/WEB_Jornal%20A3%20Em%20Defesa%20da%20PREVIDENCIA_Centrais-pdf.pdf ) e baixe o Jornal WEB com esclarecimentos sobre a proposta de '"reforma" da Previdência encabeçada pelo governo.

Clique AQUI ( https://www.cut.org.br/acao/assembleia-nacional-da-classe-trabalhadora-59b1 ) e baixe os materiais de divulgação.




Fonte: Centrais Sindicais