Data de publicação: 10 Jul 2018



À medida que uma cidade, um estado e o país aumentam em tamanho e importância, cresce também a necessidade de adotar ideias para apoiar um desenvolvimento sustentável. Diariamente, governo e sociedade se vêem desafiados a encontrar e implementar soluções para áreas como saúde, mobilidade, educação, segurança e economia. Muitas delas apenas possíveis graças à tecnologia disponível no cenário atual.

Hoje, a Inteligência Artificial é a tecnologia mais importante neste processo de transformação digital que o Brasil vive. Aliada à criatividade humana, ela é capaz de resolver problemas e oferecer alternativas para que pessoas, governos e empresas interajam de maneira mais eficaz, ampliando a competitividade de todos.

São Paulo é um dos exemplos de estado que tem apostado em soluções digitais em campos diversos. Desde 2017, a Secretaria Estadual de Educação mantém uma parceria com a Microsoft para migrar, do papel para o digital, os materiais pedagógicos voltados aos estudantes do Ensino Médio. A primeira experiência está sendo desenvolvida com o Caderno do Aluno de Matemática, disponível em uma plataforma que funciona tanto em um aplicativo para smartphones quanto na web.

O acordo, que ainda engloba a expansão da rede de banda larga e a implantação de rede wi-fi para as cinco mil escolas do estado, também atua diretamente na democratização do acesso à tecnologia de alunos e professores.

No campo da saúde, o trabalho em parceria com hospitais, universidades e governos possibilita a análise de grandes quantidades de informações médicas, que resultam em dados essenciais para prevenir e tratar doenças. Um avanço que não seria possível sem os algoritmos de IA, que analisam dados, e a computação em nuvem, para processá-los.

Na área governamental, um acordo de cooperação firmado com a Imprensa Nacional aborda a digitalização do Diário Oficial da União. A ideia é utilizar ferramentas tecnológicas da Microsoft na leitura e no processamento de dados do DOU, facilitando o acesso das pessoas ao documento e estimulando a transparência.

Também com foco nos cidadãos, a plataforma de nuvem Microsoft Azure foi escolhida para sustentar aplicativos de mobilidade urbana, como a Zona Azul Digital, em São Paulo. Descartando a necessidade do uso do papel, o motorista pode instalar quatro opções de aplicativos em seu smartphone e, a partir de qualquer lugar, comprar e ativar o Cartão Azul Digital.

Transparência financeira

Desde 2017, a Microsoft tem trabalhado junto ao Banco Central no desenvolvimento do Pier (Plataforma de Integração de Informações das Entidades Reguladoras). Trata-se de uma rede descentralizada e colaborativa que vai revolucionar o modo com o qual entidades como BC, Susep (Superintendência de Seguros Privados) e CVM (Comissão de Valores Mobiliários) conversam entre si para firmar decisões.

A tecnologia se apresenta como ferramenta primordial na busca por transparência e agilidade. A partir de recursos de blockchain, será possível ter um maior controle sobre os registros de transações financeiras e de troca de informações (tanto para empresas quanto para entidades públicas).

Novamente, todo o longo e demorado processo de validação e aprovação de documentos antes feito por meio de ofícios em papel está migrando para o digital. Com a rede, uma requisição pode ser gravada diretamente no blockchain do Pier, assim como as respostas do BC, da Susep e da CVM, podendo ser resolvida de maneira instantânea. É a tecnologia criando alternativas eficientes, a serviço das pessoas, do governo e das empresas.






Fonte: Estúdio Folha