Data de publicação: 4 Jul 2018




Foi realizado, nesta terça-feira (03), a abertura da Reunião do Conselho Deliberativo da Nova Central Minas. O encontro, que ocorre em Belo Horizonte nos dias 03, 04 e 05 de julho, propõem uma vasta discussão referente ao estatuto do trabalho, o custeio das entidades, a organização dos sindicatos e o sistema político partidário no Brasil.

Participaram do evento o presidente da NCST, José Calixto Ramos; o presidente CSPB, João Domingos Gomes dos Santos; o presidente da NCST/MG Geraldo Gonçalves de Oliveira Filho e o Dr. Agilberto Sarodio, advogado sindicalista. Além de compor a mesa, os líderes destacaram temas como a participação da Nova Central no Congresso da OIT, realizado no último mês em Genebra, a atual conjuntura vivida pelo servidor público e a perspectiva do sindicalismo após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou favorável o fim da contribuição sindical.

As palestras foram ministradas por Rômulo de Carvalho Ferraz, procurador de justiça do Ministério Público de Minas Gerais e Rudá Ricci, sociólogo, mestre e doutor em ciências sociais pela Unicamp. Ambos os palestrantes colocaram posições contrarias as reformas implementadas pelo governo. Destaque para a discussão levantada pelo professor Rudá, que apontou o panorama para as próximas eleições e as dificuldades que o meio sindical terá para eleger representantes no Congresso Nacional envolvidos com a causa trabalhista.

Nesta quarta-feira (04), os debates permanecem durante todo o dia conforme a programação abaixo.   

 

Reunião do Conselho Deliberativo 2018

 

Programação:

 

03/07 – Terça-feira

14h00min: Abertura Oficial

14h30min – José Calixto Ramos

Presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST e da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria – CNTI

Temas:

A importância da NCST na OIT e seus desdobramentos;
Perspectivas para o Sistema Confederativo em função da decisão do STF.

15h00min – João Domingos Gomes dos Santos

Diretor de Finanças da Nova Central Sindical de Trabalhadores - NCST e Presidente da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil - CSPB

Tema:

Normativas para o Servidor Público e perspectivas para auto sustentabilidade das Entidades Sindicais

16h30min – Rômulo de Carvalho Ferraz

Procurador de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais. Ex-Presidente da Associação Mineira do Ministério Público (entidade de defesa da categoria). Ex-Secretário de Estado de Defesa Social. Ex-Secretário Adjunto de Relações Institucionais do Estado de Minas Gerais.

Tema:

A importância da manutenção do Sistema Confederativo para os trabalhadores e para o processo democrático na visão do Ministério Público do Trabalho (MPT).

16:00h - Intervalo

16h30min: Palestra - Rudá Guedes Moises Salerno Ricci

Sociólogo, mestre e doutor em Ciências Sociais pela Unicamp. Diretor do Instituto Cultiva (www.institutocultiva.com.br), que se dedica há mais de uma década à implantação e estudos na área educacional, em especial, voltada para a consolidação da cidadania ativa e capital social.

Tema:

O Sindicalismo no Processo Democrático

17:30: Encerramento


 
04/07 – Quarta-feira

08h30min – Palestra - Agilberto Serodio

Advogado da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade (CONTRATUH) e Sócio do Escritório de Advocacia SERÓDIO & ANTUNES.

Tema:

Estatuto do Trabalho: contribuições e compartilhamento das Entidades Sindicais

09h20min - Debate

10h00min: Palestra - André Luis dos Santos

Jornalista, publicitário, especialista em Política e Representação Parlamentar pelo Centro de Formação da Câmara dos Deputados (CFOR). É analista político do DIAP e colaborador do boletim do DIAP e da publicação, Radiografia do Novo Congresso Nacional-2015/2019. Conta com mais de 15 anos de experiência direta no acompanhamento do Congresso Nacional e na avaliação do comportamento dos deputados e senadores.

Tema:

Sistema Político Brasileiro e suas repercussões no Movimento Sindical

11h00min: Debate

12h00min: Almoço

13h30min: Palestra - Luis Antônio Camargo de Melo

Advogado (OAB/RJ 53.151), Subprocurador-Geral do Trabalho, aposentado. Procurador-Geral do Trabalho de 2011 a 2015. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais (UFRJ). Professor de Direito do Trabalho do Centro Universitário IESB. Mestrando em Direito das Relações Sociais e Trabalhistas (Centro Universitário UDF). Especialista em Advocacia Trabalhista pela UFRJ e OAB/RJ. Membro Honorário do Instituto dos Advogados Brasileiros-IAB. Membro da Associação Luso-Brasileira de Juristas do Trabalho. Membro da Academia Brasiliense de Direito do Trabalho. Autor de vários artigos. Palestrante na área do Direito do Trabalho, Direito Coletivo do Trabalho e Direito Sindical; Trabalho Escravo Contemporâneo; Ministério Público do Trabalho.

Tema:

Reforma Trabalhista

14h30min: Debate

14h50min: Intervalo

15h30min: Debate – Momento Político

Visão dos Parlamentares ligados a Nova Central;
Posicionamento dos Pré-candidatos;
Consciência para o voto, com vistas no atual Congresso Nacional.

17: 30: Encerramento

 

05/07 – Quinta-feira

08h30min: Reunião do Conselho Deliberativo

Participação do Corpo Diretivo para encaminhamento da construção de um planejamento estratégico de curto e médio prazo.







Fonte: Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado de Minas Gerais -  NCST/MG