Data de publicação: 2 Fev 2018



Entidades sindicais dos trabalhadores na área da saúde formalizaram denúncia junto ao Ministério Público do Trabalho sobre as condições de trabalho e funcionamento do Hospital São Vicente de Paula, unidade filantrópica que funciona no município de União dos Palmares. No documento, as entidades reforçam que “o hospital, mesmo diante da delicada situação econômica, vive constantemente lotado de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS)”.

Desde 2016, problemas econômicos vêm acarretando precariedade nas condições de trabalho de todas as categorias profissionais. Salários atrasados, não pagamento de férias, insalubridade, auxílios e demais benefícios aos quais os trabalhadores possuem direito estão sendo negados; sempre sob a alegação de atrasos nos repasses por parte do estado e município, principais mantenedores da unidade de saúde, segundo a direção do São Vicente.

“A mediação do Ministério Público é urgente, pois a situação vem causando inúmeros problemas aos trabalhadores e que, mesmo diante dos atrasos nos salários e de suas situações particulares, sem condições de arcar com seu próprio sustento, são obrigados pela provedora a trabalhar em jornada sobrecarregada”, destacou o presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem no Estado de Alagoas - Sateal, Mário Jorge Filho.

Além do Sateal, assinam a denúncia o Sindicato dos Enfermeiros (Sineal), dos Médicos (Sindmed), e o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde. 





Fonte: Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem no Estado de Alagoas - Sateal, entidade filiada à Nova Central Sindical de Trabalhadores - NCST