Data de publicação: 8 Dez 2017


Aníbal Machado (centro) representante da Nova Central. 


A Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST participou, entre os dias 7 e 8 de dezembro, da 300ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Saúde – CNS. Aníbal Machado representou a central sindical nos grupos de trabalho e comissões destinadas a apontar caminhos para a modernização e aprimoramento do Sistema Único de Saúde – SUS.
 
A maratona de atividades, que reuniu especialistas e representantes setoriais do SUS focou nos seguintes objetivos:
 

1. Apreciar e aprovar os informes e as indicações;
 
2. Apreciar e deliberar sobre os pareceres da Comissão Intersetorial de Recursos Humanos e Relações de Trabalho – CIRHRT;
 
3. Apreciar e deliberar sobre encaminhamentos das Comissões Intersetoriais e Grupos de Trabalhos;
 
4. Apreciar e deliberar sobre as demandas da Comissão Intersetorial de Orçamento e financiamento – COFIN;
 
5. Assistir, apreciar e debater acerca da o combate das infecções sexualmente transmissíveis e do HIV/AIDS;
 
6. Assistir, apreciar e debater sobre a Política Nacional de Ciência e Tecnologia em Saúde;
 
7. Apreciar os itens do Radar; 

8. Realizar o debate acerca da 16ª Conferência Nacional de Saúde.

 

“É sempre uma satisfação colaborar com ideias e projetos que visam aperfeiçoar nosso combalido e sucateado sistema de saúde. Com a aprovação da Emenda Constitucional 95, que congela investimentos primários como Saúde, Educação e Assistência Social por longos 20 anos, jamais fomos tão desafiados em nossa dedicação e criatividade para encontrarmos caminhos que desviem o SUS dos inevitáveis desafios de um orçamento que, ano após ano, estará cada vez mais curto para atender as crescentes necessidades da nossa sofrida população. Se por um lado combatemos tal condução política, por outro buscamos soluções criativas para mitigar os danos provocados por esse descaso orçamentário. Seguiremos firmes na defesa intransigente por um  SUS moderno, eficiente e plural”, reforçou o Coordenador Adjunto da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalho (CIST) e representante da Nova Central, Aníbal Machado.
 




Imprensa NCST