Enquanto não for abandonado o princípio da contração fiscal embutida no receituário neoliberal, o país seguirá em marcha a ré e descendo ladeira abaixo.
 

Destaques .

  • 317 Reunio Ordinria do CNS: tributos federais ganham destaque nas discusses


    Para o representante da Nova Central no Conselho Nacional de Saúde, Aníbal Machado, reivindicar mais recursos contingenciados pela Desvinculação das Receitas da União (DRU) - 90% destes oriundos das contribuições sociais - é manter coerência quanto à função social da arrecadação. “Talvez não tenhamos outro caminho para assegurar a sobrevivência do SUS diante da a continuidade dessa política criminosa de austeridade fiscal”, alerta.
     
  • A farsa da 'reforma' da Previdncia


    Vídeo institucional da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social esclarece, em detalhes, o desmonte da proteção social e as trágicas consequências de uma eventual aprovação da PEC 06/2019
  • Centrais avaliam 1 de Maio Unificado e preparam agenda de mobilizaes


    Dirigentes das Centrais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CSB, CGTB, Intersindical e CSP-Conlutas se reuniram na segunda (6), na sede da Força, em São Paulo. Eles fizeram uma avaliação positiva do 1º de Maio Unificado, reforçaram apoio à Paralisação Nacional dos Educadores em 15 de maio e definiram os próximos passos para a preparação da Greve Geral, dia 14 de junho.
     
Acontece »

Sobre os regimes previdencirios e a 'reforma' de Bolsonaro



A PEC 6/19, a proposta de reforma do governo Bolsonaro, pretende modificar profundamente o sistema previdenciário brasileiro, adotando o regime de capitalização individual, sem contrapartida do empregador e da sociedade, em substituição ao regime de repartição, tanto no RGPS quanto para os servidores públicos (RPPS), eliminando o caráter solidário e criando as condições para privatizar a Previdência Pública do País.
 

Mobilizao por educao ganha apoio de senadores na CCJ


As manifestações e a greve geral nacional que ocorrem em várias cidades do país na quarta-feira (15), em protesto contra o bloqueio de recursos da educação anunciados pelo governo Jair Bolsonaro, receberam o apoio de senadores durante reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

DEBATES & OPINIÕES »

Em meio a sua 'balbrdia' governo avana sobre direitos




No Congresso não é diferente, cuja pauta do governo não é apenas a reforma da Previdência, em fase de audiências públicas, na comissão especial. As comissões mistas aprovaram e agora serão votadas no plenário da Câmara, as medidas provisórias (MP) 870 e 871. A 1ª reestrutura os ministérios. A 2ª dificulta acesso aos benefícios previdenciários do Regime Geral, a cargo do INSS.
 

'Mercado no seria a soluo, ele o problema', diz Eduardo Moreira



De acordo com Moreira, da forma como foi proposta pelo governo Bolsonaro, a "reforma" da Previdência vai aumentar muito a desigualdade. "O sistema de seguridade social é uma das poucas coisas que funcionam no Brasil", diz, explicando que a taxa de desigualdade no Brasil é muito menor entre os idosos, mas que isso vai mudar se aprovada essa reforma.
 

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top