Governo Bolsonaro planeja dividir jovens entre explorados e empregados

Data de publicao: 11 Fev 2019


Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirma que as pessoas vão "babar" enquanto decidem entre dois sistemas: "Um com mais direitos e poucos empregos e outro, com menos direitos e muitos empregos"



Ministro da Economia de Bolsonaro, Paulo Guedes prega regime trabalhista com menos direitos para jovens



Os jovens que ingressarem no mercado de trabalho terão dois modelos distintos de regimes trabalhistas para "optar". A informação já circulava desde a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro – que previa em seu plano de governo a carteira de trabalho “verde e amarela” – e foi confirmada na terça-feira (05/02) pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em jantar com empresários, promovido pelo site de notícias Poder360.

“O jovem poderá escolher. Na porta da esquerda, há a Carta del Lavoro, Justiça do Trabalho, sindicatos, mas quase não tem emprego. É o sistema atual. Na porta da direita, não tem nada disso”, afirmou o ministro. “As pessoas vão ver dois sistemas funcionando. Um com muitos direitos e poucos empregos. E outro com menos direitos e muitos empregos. Elas vão olhar isso por dois, três anos e 'babar' um pouco”, declarou.

De acordo com Guedes, dar opção de mais um sistema para quem está procurando o primeiro emprego, reduziria a taxa de desocupação entre os mais jovens.  E faria com que a sociedade percebesse as "vantagens" de regras menos rígidas, com as empresas "incentivadas" a contratar.

A adesão gradual dos trabalhadores ao novo sistema, acredita o ministro, faria com que a Justiça do Trabalho perdesse relevância e sua presença também começaria a ser reduzida.

Em entrevista logo que tomou posse, no início de janeiro, Bolsonaro disse que poderia debater a extinção da Justiça do Trabalho e que os processos trabalhistas deveriam tramitar na Justiça comum. 





Fonte: Rede Brasil Atual com informações do Poder360


A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top