SP: Diretoria da mulher da NCST/SP realiza evento Outubro Rosa na capital paulista

Data de publicao: 30 Out 2018

Com o tema “Mais mulheres com saúde, mais mulheres na política”, evento reuniu 45 mulheres de 23 entidades.





A Diretora de Assuntos da Mulher, Gênero e Juventude da Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado de São Paulo – Fessp-Esp, da Confederação Dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB e da Nova Central Sindical de Trabalhadores no Estado de São Paulo – NCST/SP, Katia Rodrigues, realizou, na última quinta-feira (25/10), evento em comemoração ao Outubro Rosa com o tema: “ Mais mulheres com saúde, mais mulheres na política”, na sede da federação, em São Paulo.






Na mesa de abertura, a Diretora de Mulheres, Katia Rodrigues; Isis Garcia Salvestro (UDEMO); Cristina Helena Silva Gomes (CSPB/SPMI); Jacira Costa Silva (Sindsemp), Luciana Juliano Guimarães (Sispesp); e o Presidente da Fessp-Esp, Lineu Neves Mazano.  O líder sindical abriu o evento saudando as participantes, destacando a relevância dos temas e a luta que as mulheres travam no seu dia a dia. Mazano reforçou a ausência do poder público perante as dificuldades que sofrem com a falta de uma assistência adequada.
 
Na primeira palestra “Do rastreamento ao câncer de mama” e o “Projeto Mulheres de Peito” foram apresentados por Eliana Tenório, enfermeira articuladora da Saúde da Mulher do DRS1 - Departamento Regional da Secretaria de Saúde da Região I de São Paulo; destacando a relevância de identificar lesões em fases iniciais, a partir de sintomas ou sinais clínicos com rastreamento e diagnóstico precoce, facilitam reduzir a mortalidade por câncer de mama. A recomendação, segundo a palestrante, é que o exame clínico seja realizado por todas as mulheres a partir dos 40 anos; e a mamografia a cada dois anos para mulheres de 50 a 69 anos de idade.






A palestrante Maria Aparecida da Silva, Diretora de Projetos ao Combate ao Assédio Moral do Siemaco e membro da ONG “Mães pela Diversidade”, que integra mães e pais com filhos (LGBT); elegeu o tema “ Assédio Moral no Ambiente de Trabalho”. Aparecida abordou as dificuldades do público LGBT para ser inserido no mercado de trabalho; o preconceito na sociedade; a falta de legislação específica que garanta espaço, a este segmento, ainda dependente de iniciativas pontuais por parte das empresas. A palestrante denunciou que a transfobia faz com que 90% deste grupo social acaba, em algum momento da vida, recorrendo a prostituição de rua para sobreviver.
 
No último painel “Mulheres na Política” palestraram Cidinha Raiz, psicóloga terapeuta, e candidata ao Senado Federal 2018; e Isabel Kaus, Diretora da Mulher do Sindicato dos Comerciários de SP e candidata a Deputada Estadual. Na oportunidade, relataram a experiência eleitoral como candidatas; suas avaliações sobre a cota das mulheres em cargos políticos; a qualidade e quantidade das mulheres eleitas em 2018 e o que esperar da nova composição da Assembleia Legislativa a partir de 2019.






“ O evento retrata o momento delicado que estamos vivendo. O movimento sindical se encontra com grandes dificuldades e, após as eleições, precisamos estar preparadas para lutar e conquistar, acreditando   na conscientização da mulher na política e na luta pela preservação direitos essenciais como saúde, educação e segurança. Precisamos, como dirigentes sindicais, de um mínimo de bagagem sobre como enfrentar esses temas. Temos o dever de multiplicar coonhecimento e informar nossas bases. Agradeço ao nosso presidente da Fessp-Esp, Lineu Mazzano, por todo apoio, confiança e liberdade em trabalhar nesta pasta na qual me orgulho em ser diretora; ao Sindsemp, Sinpcresp e NCST-SP que entraram com apoio ao evento; aos diretores e as nossas assistentes que, sem elas, não seria possível realizar este evento. Nossos sinceros agradecimentos, também, às companheiras participantes de diversas entidades e centrais sindicais, que atenderam a esta convocação de luta e conscientização”, concluiu Katia Rodrigues.
 




Fonte: da Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado de São Paulo – Fessp-Esp

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top