Diretoria Executiva da NCST reúne-se para deliberações quanto a administração e ações da entidade

Data de publicação: 21 Ago 2018


Dirigentes de todo o país apresentaram alternativas que serão incorporadas ao plano de ações estratégicas da central sindical.






por Valmir Ribeiro



A Diretoria Executiva da Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST reuniu seus representantes nesta terça-feira, 21 de agosto, na sede social da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Indústria - CNTI, em Brasília-DF, para deliberar estratégias de administração, planejamento orçamentário, apreciação de resoluções e prestação de contas do ano 2017 – aprovada por unanimidade entre os diretores. Após intensos debates, as lideranças sindicais apontaram alternativas que serão incorporadas a um plano de ações estratégicas da central sindical.


 



Os dirigentes perpassaram as diversas atividades executadas nos anos de 2017/2018 e o papel protagonista da NCST junto ao movimento sindical brasileiro e internacional, com destaque para a atuação na última 107ª Conferência Internacional da Organização Internacional do Trabalho – OIT, oportunidade em que a Nova Central liderou toda delegação sindical dos trabalhadores brasileiros em ocasião onde o governo brasileiro entrou na lista suja do organismo internacional. A entidade, em conjunto com as demais representações sindicais brasileiras, denunciou o governo brasileiro por criar dispositivos que interferem na negociação coletiva, ao facultar a negociação individual; precariza as relações de trabalho, com a adoção do trabalhado intermitente e trabalho autônomo sem vínculo empregatício, ferindo princípios do trabalho decente. Como resultado, o Brasil terá que encaminhar explicações ao Comitê de Peritos da OIT fundamentando a sua defesa de que o governo não desrespeitou a Convenção 98.





 
A análise minuciosa das despesas e receitas da NCST, resultou em alternativas administrativas apresentadas pelos representantes da Diretoria Executiva. Austeridade orçamentária, viabilização de novas fontes de custeio e articulações políticas junto ao poder Legislativo entraram no debate que visa reformular as estratégias de atuação com objetivo de assegurar as atividades e o protagonismo da NCST junto ao movimento sindical. A discussão ocorre em período de delicada escassez de recursos que ocorre por consequência da aprovação do fim da contribuição compulsória, principal instrumento de financiamento das entidades sindicais do país.





 
Caminhos para viabilizar o sistema de financiamento serão debatidas – além de outras deliberações da Diretoria Executiva – em reunião com o Conselho Deliberativo da NCST a ser realizada amanhã (22). Os representantes do conselho apreciarão, em harmonia com a tradição democrática da Nova Central, o conjunto de alternativas resultantes das discussões e análises dos dirigentes sindicais integrantes da executiva.
 
 

* Serviço fotográfico de Kleber Freire



 
Imprensa NCST

 

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top