NCST/MS: Com 38 dias de atrasos de salários servidores lotam a Câmara Municipal de Coxim

Data de publicação: 8 Ago 2018



Com salários atrasados, os servidores municipais de Coxim, através da convocação do Sindicato dos Funcionários e Servidores Municipais de Coxim - Sinsmc lotaram a Câmara Municipal de tal modo que muitos ficaram do lado de fora. Os atrasos de salário chegam a 38 dias e os repasses referentes aos consignados, plano de saúde e descontos salariais chegam a três meses.






Com o apoio da Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado do Mato Grosso do Sul -  NCST/MS, os servidores decidiram acampar na frente da Prefeitura Municipal e manifestar, realizando o Almoçando com o Prefeito. Para o presidente da NCST/MS, Fernando Anunciação, é inaceitável a situação dos servidores em Coxim. “Não dá para aceitar essa situação que os servidores de Coxim vivem, não é justo que os servidores paguem o preço de decisões políticas. O prefeito de Coxim deve pagar tudo o que deve ao servidor municipal. 38 dias é muito atraso! É impossível viver sem a remuneração que, por lei, é um direito dos trabalhadoes do setor público. Os servidores poderiam estar lutando por causas funcionais, mas estão aqui pedindo o feijão com arroz que não esta sendo feito", afirmou o líder sindical






Entre os discursos feitos pelos vereadores, fica claro o apoio ao servidores, mas para o presidente do Sinsmc, Paulo Monteiro, a Câmara de Vereadores tinha que agir de maneira mais enérgica. “Acabamos de ouvir da boca do presidente desta casa, vereador Vladimir Ferreira do PT, que o índice de folha esta normalizado conforme Lei de Responsabilidade Fiscal. Para nós do Sinsmc é pura ilusão, o descontrole financeiro extrapolou todas as medidas. O município já parcelou mais de R$ 5 milhões de Previdência só este ano. A administração ainda não pagou os consignados referentes a abril, maio e junho, é uma vergonha. Uma afronta a inteligência humana. Uma afronta ao Ministério Público. Um tapa na cara da Justiça. O Governo do Município de Coxim não trabalha com transparência. Ele enche a folha de pagamento dos tais de prestadores de serviços que são invisíveis, quem paga essa conta é o servidor efetivo. Toda a diretoria e departamento Jurídico do Sinsmc trabalham em sintonia para combater estes descasos", reforçou o sindicalista.






Compareceram à mobilização o presidente da Federação Sindical dos Servidores Públicos Estaduais e Municipais do Estado de Mato Grosso do Sul - Feserp/MS, Sr. José Ferreira, oportunidade onde colocou a Federação á disposição para ajudar no que for preciso.

A NCST/MS está dando todo o suporte necessário nas mobilizações em Coxim-MS.





Fonte: Nova Central Sinidcal de Trabalhadores do Estado do Mato Grosso do Sul -  NCST/MS


 

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top