Clemente, do Dieese, defende massificação da Agenda das Centrais

Data de publicação: 3 Jul 2018



A Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora foi o centro do debate no último programa da série “Sindicalismo e Enfrentamentos”, apresentada pelo Repórter Sindical na Web durante o mês de junho. O programa, na TV Agência Sindical, recebeu quinta (28) o sociólogo Clemente Ganz Lúcio, diretor-técnico do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos ).

Lançado pelas Centrais Sindicais dia 6 de junho o documento contém 22 propostas que visam retirar o País da crise, com destaque para a geração de emprego e defesa de direitos, teve participação decisiva do Dieese na sua formulação e sistematização.

“A pedido das Centrais, trabalhamos na construção desse conteúdo, visando propostas que incidam na situação que vivemos de recessão e crise econômica. Procuramos orientações do ponto de vista do trabalho, que retomem a estratégia de crescimento, perspectiva desenvolvimento, geração de empregos de qualidade, enfrentamento do desemprego e da reforma trabalhista que retira direitos”, explica Clemente.

Agenda eleitoral - Uma das prioridades é inserir o conteúdo da agenda no debate eleitoral deste ano. “A primeira questão fundamental é a revisão e mudança profunda no padrão da regulação em grande medida, alterando o conteúdo da atual reforma trabalhista”, aponta.

Clemente afirma que a agenda procura construir compromissos com os candidatos, que se eleitos, deverão atuar neste sentido.

Candidatos - Segundo o diretor-técnico do Dieese, o movimento sindical adotou como premissa nesta interlocução a entrega da Agenda a todos os candidatos. “Vamos apresentá-la e ouvir dos candidatos os compromissos que eles estabelecerão com as Centrais”. Na sexta (29), a entrega foi feita a pré-candidata do PCdoB à presidência da República, Manuela D’Ávila.

Massificar - Ele acrescentou que em breve a agenda será transformada em material de divulgação. “Queremos dar números que quantifiquem a situação denunciada nas propostas. Vamos elaborar conteúdos mais detalhados com diagnósticos e enfrentamentos”, adianta.

Em menos de um mês, o documento já tem tido boa repercussão. “Há reconhecimento da qualidade da Agenda. Temos recebido demandas de entidades empresariais que querem abrir diálogo em torno das propostas e retomar as conversas com o movimento sindical”, afirma.


Assista o prgrama com a participação especial de Clemente Ganz Lúcio: 










Fonte: Agência Sindical

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top