SP: Violência contra as Mulheres é debatida na Câmara Municipal

Data de publicação: 30 Maio 2018



Na última sexta-feira (25/05), Kátia Rodrigues, diretora de Assuntos da Mulher e Juventude da Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado de São Paulo - NCST-SP; da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil - CSPB e da Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado de São Paulo - Fessp-Esp realizou, a convite da Assessora Parlamentar e Conselheira do Conselho Estadual da Condição Feminina – CECF, Sandra Andreoni de Oliveira Ribeiro, no auditório da Câmara Municipal de São Paulo, palestra sobre Violência Sexista com o Tema: “Violência Contra as Mulheres nos Locais de Trabalho”.  
 
A assessora da Câmara agradeceu a presença das 80 mulheres integrantes do Projeto “Conversando com Mulheres” que, por ser um projeto social e pioneiro criado desde julho/2017, consolida sucesso entre as trabalhadoras da Câmara Municipal de São Paulo.






Kátia Rodrigues abordou temas variados, não somente o assédio moral, mas tudo que está relacionado à violência sexista, que nada mais é do que o modo como nos referimos a diversas modalidades de violência (sexual/física/moral/material/psicológica e patrimonial) que as mulheres trabalhadoras estão expostas e sofrem nos seus respectivos locais de trabalho, agravados pelo simples fato por serem mulheres.
 
As trabalhadoras presentes no evento foram muito participativas, tirando dúvidas e compartilhando experiências pessoais com depoimentos emocionantes de violências sofridas tanto em âmbito familiar, como no próprio ambiente de trabalho, vítimas, também, de assédio moral.

Após três horas interruptas, a assessora da Câmara agradeceu a palestra e, de antemão, convidou a diretora de assuntos da mulher a participar do projeto em uma nova ocasião.






“Me sinto muito honrada por ter sido convidada a compartilhar conhecimento nesta casa de leis, fazendo parte de um projeto social voltado à classe trabalhadora, focando na questão das mulheres e gênero, alertando para circunstâncias que as prejudicam nos seus respectivos ambientes de trabalho. Habilitá-las ao enfrentamento de questões raciais, homofóbicas; bem como ensiná-las a questionar, com argumentos qualificados, a persistente diferença salarial que ainda penaliza as mulheres do nosso país, muito me orgulha. Minha palestra foi construída baseada em uma cartilha realizada pela Internacional dos Serviços Públicos - ISP,  a CSPB e a Fessp-Esp no ano de 2016, que abordou com profundidade crítica, a questão da violência sexista e demais agressões nos locais de trabalho. Uma realidade que, infelizmente, faz parte da rotina de tantas trabalhadoras, mas que, por razões que escapam a racionalidade, ainda permanecem sem legislação específica para mitigar o problema”, declarou Kátia Rodrigues.






Fonte: Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado de São Paulo - Fessp-Esp, entidade filiada à NCST

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top