NCST participa de Café Sindical da Reforma Tributária Solidária

Data de publicação: 17 Maio 2018

Presidente da Anfip, Floriano José Martins, ao lado do vice-presidente da NCST, Artur Bueno de Carvalho



por Valmir Ribeiro
edição de Grace Maciel


 

O vice-presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores - NCST, Artur Bueno de Carvalho, e o secretário nacional do Plano dos Servidores Públicos da entidade, Lineu Mazano, participaram, nesta quinta-feira (17), do “Café Sindical da Reforma Tributária Solidária”. O evento, promovido pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital – Fenafisco, e pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil – Anfip, integram a campanha nacional objetiva fomentar um debate amplo, plural e democrático, para corrigir as anomalias crônicas do sistema tributário brasileiro. Na ocasião, foram distribuídos o Manifesto da Reforma Tributária Solidária, bem como o convite para o Fórum Internacional Tributário (saiba mais) a ser realizado entre os dias 4 e 6 de junho, na capital paulista.



Secretário Nacional do Plano dos Servidores Públicos da NCST, Lineu Mazano (ao centro)

 
Em comparação com países capitalistas relativamente menos desiguais, o Brasil é o único, juntamente com a Estônia, a não estabelecer um sistema tributário de arrecadação progressiva da renda. No país prevalece arrecadação regressiva – que impacta, principalmente, trabalhadores de baixa renda -, com quase a totalidade dos impostos incidindo sobre o consumo e os salários. “A proposta que será levada ao Fórum Internacional Tributário visa aprofundar o debate para preparar documento que será entregue a todos os candidatos à Presidência da República; deputados e senadores, de modo capitalizar apoio político ao projeto. A NCST  parabeniza o evento e a iniciativa que estamos, desde sua origem, acompanhando com atenção. Acolhemos essa virtuosa proposta que, acreditamos, será um eficaz mecanismo para o fomento da justiça social em nosso país”, argumentou Mazano.
 
 
Assista o vídeo institucional da campanha:






Conheça os principais pontos do Manifesto pela Reforma Tributária Solidária:


 
1º - Reforma tributária para o desenvolvimento
Adequar o sistema brasileiro a modelos de sucesso de países desenvolvidos
 

2º - Financiamento do gasto sindical
Reduzir desigualdades sociais, com financiamento de políticas sociais
 

3º Sistema tributário progressivo
Aumentar a tributação direta, sobre a renda, propriedade e riqueza
 

4º - Redução da carga tributária indireta
Diminuir a tributação sobre mercadorias, bens, serviços e pagamento
 

5º - Equilíbrio federativo
Revisão do sistema de transferência e partilha dos impostos entre os estados
 

6º - Ampliação da tributação ambiental
Inibir práticas predatórias, num cenário de graves ameaças ao meio ambiente
 

7º - Comércio internacional
Resgatar o papel da tributação aduaneira
 

8º - Fomento de ações para o aumento das receitas, sem o aumento da carga tributária
Revisão das renúncias fiscais, enfrentamento da sonegação e controle da evasão fiscal pela maior eficiência da administração tributária

 

Clique AQUI e acesse a íntegra do Manifesto

Clique AQUI e baixe a revista da Reforma Tributária Solidária

  




Secom/CSPB com informações da Fenafisco e adaptações da Imprensa NCST

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top