8ª reunião do Fórum Nacional Sindical de Saúde do Trabalho

Data de publicação: 17 Abr 2018


 
A semana inicia (17/04), com atividades realizadas na sede Nacional da Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST, voltadas à saúde do trabalhador e da trabalhadora de todo Brasil. Com a finalidade de construir uma agenda permanente e recíproca de discussões das ações de Saúde dos Trabalhadores com Controle Social. O FÓRUM NACIONAL SINDICAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR E DA TRABALHADORA é uma reivindicação do Controle Social, expressa nas propostas da 4ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, realizada em 2014.
 
“É um prazer recebê-los. Falo sobre minha satisfação de tê-los em nossa casa, principalmente por se tratar, esta reunião, de um tema de extrema relevância na vida de todos os trabalhadores. Afinal: todos nós, trabalhadores e trabalhadoras precisamos ter uma vida, acima de tudo, com saúde de qualidade”, observou José Calixto Ramos, presidente da NCST.
 
Olga Rios, consultora técnica da Coordenação-Geral de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, deu início aos trabalhos, liderando a reunião e monitorando as intervenções realizadas.
 
Na sequência Jorge Sayde, falou sobre a Nanotecnologia, sua aplicabilidade, riscos, estudos clínicos, aspectos do mercado e impactos desta tecnologia à saúde. “Podemos aproveitar e pedir ajuda aos parlamentares para combater os malefícios que a Nanotecnologia tem sobre a vida, principalmente dos trabalhadores e das trabalhadoras”, sugeriu Sayde.


 
“Precisamos avaliar o fato de algumas empresas serem arbitrárias com a utilização do uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI). Nas fábricas de alguns setores, não são usados os EPI’s, muito menos sabem da existência da Nanotecnologia”, enfatizou a diretora da Nova Central, Sônia Maria Zerino.
 



Já Luiz Antônio Festino, também diretor da NCST, a preocupação é bem mais antiga do que se possa imaginar. “Não estamos conseguindo há muito tempo, levar essas informações para os sindicatos de base, nem tão menos os efeitos provenientes da Nanotecnologia”, explicou Festino.
 
A reunião seguiu na parte da tarde tratando sobre: ações de Vigilância em Saúde do Trabalhador do Campo, Floresta, Águas, teste Toxicológico nos Motoristas, avanços de 2017, prioridades para 2018 da Coordenação-Geral de Saúde do Trabalhador, avaliação da reunião, organização das próximas pautas e agenda de 2018.
 
Fórum Nacional

As reuniões do Fórum ocorrem desde fevereiro de 2016. Nas reuniões anteriores estiveram pautadas as seguintes temáticas: Gestão da Rede de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador – RENAST, Projeto de Qualificação do Controle Social, revisão do Manual da RENAST, especificamente o tópico do controle social, acompanhamento das questões envolvendo a obrigatoriedade da realização de exames toxicológicos na contratação de motoristas, Projeto de Lei para revogação da Norma Regulamentadora de nº 12, Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos, Nanotecnologia, Protocolo do Distúrbio da Voz Relacionado ao Trabalho, Proposta do Documento das Diretrizes de Vigilância e Atenção Integral à Saúde Mental Relacionado ao Trabalho, Vigilância em Saúde do Trabalhador Rural, Conferências Nacionais de Saúde, Observatório Digital de Saúde e Segurança no Trabalho, Comissão Tripartite de Saúde e Segurança no Trabalho – CTSST, Parecer do Conselho Federal de Medicina nº 3/2017, agenda de atividades dos componentes do Fórum, entre outros temas.

O Fórum é coordenado pela Coordenação-Geral de Saúde do Trabalhador – CGST, do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, da Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde. Com participação das centrais sindicais: Nova Central, FS, UGT, CTB, CSB, CGTB, CUT entre outras instituições.

Ao final do encontro será entregue um parecer no Conselho Federal de Medicina nº 3/2017, que será protocolado a pedido da audiência que se deseja realizar na área da saúde.
 


Imprensa NCST
 

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top