Nova Central presente na Campanha Salarial dos(as) Trabalhadores(as) Rodoviários de São Paulo

Data de publicação: 6 Abr 2018


Na quarta-feira dia 05 de abril, o auditório do sindicato dos motoristas lotou para a assembleia de campanha salarial 2018. Com o lema “Nova lei trabalhista? Aqui não!” os trabalhadores, trabalhadoras e dirigentes se reúniram para definir o plano de luta para a próxima semana.

A Nova Central foi representada pelo nosso presidente, Luizinho e o diretor de comunicação, Nailton Porreta, originários da categoria que representam a classe trabalhadora do setor de transporte rodoviário da nossa central.

A assembleia inicia a rodada de negociações e tem o escopo de mobilizar todos e todas para que seja definida proposta para apresentar aos patrões. O sindicato dos motoristas de São Paulo demonstram também sua preocupação com o futuro do país após sanção de prisão do Ex-Presidente Lula, dirigentes da categoria reforçam que é um descarado ataque à democracia.

O presidente do sindicato, Valdevan Noventa, alega total confiança na campanha salarial do ano de 2018 e diz que criará importantes precedentes para enfraquecer a temida “Reforma Trabalhista (lei 13.467/2017). Disse que as propostas serão recebidas hoje e analisadas até segunda-feira, a partir disso,  todos os terminais de ônibus ouvirão a proposta construída. Programa paralisação de ônibus na quarta-feira, paralisação de 2h no domingo para pressionar o presidente da Câmara (atual secretário de transportes do municípios).

Os(as) trabalhadores(a) da categoria se propõem a tomar qualquer medida necessária para terem suas propostas atendidas. Inclusive paralisações.

Os companheiros da comissão de negociação foram representados pelo nosso diretor da NCST-SP, Nailton, este afirmou vitória no início das negociações, uma vez que todas as cláusulas da negociação do ano passado foram mantidas. Disse que direitos não podem retroagir, e que a nova lei trabalhista não pode ganhar espaço. “A campanha salarial de 2018 deve resolver todas as demandas das garagens para que haja e segurança para os trabalhadores e trabalhadoras da categoria e não abriremos mão de forma alguma do PLR,” que será a bandeira da negociação deste ano, disse Nailton.



O Presidente Luizinho conscientizou todos os companheiros e companheiras presentes sobre a injustiça que envolve o processo do Ex-Presidente Lula, uma vez que não existe prova alguma que ele teve envolvimento na corrupção da lava-jato. Afirmou que a classe trabalhadora tem o compromisso de defender a democracia, e se renegar a última decisão do STF que rasga a constituição ao ignorar o princípio da presunção de inocência, e parte dessa luta também envolverá lutar contra a aplicação da reforma trabalhista.


Fonte: NCST/SP

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top