SC: Ato parlamentar solene homenageia a Nova Central Sindical de Santa Catarina

Data de publicao: 9 Jan 2018


Ato parlamentar solene em defesa da atuação sindical, realizado na noite de terça-feira, 19 de dezembro, homenageou a Nova Central Sindical do Estado de Santa Catarina e tantos outros sindicatos e federações. A iniciativa foi do deputado Cesar Valduga (PCdoB).

“São lideranças que há anos estão na trincheira dos trabalhadores, levando o debate da retirada dos direitos, da antirreforma trabalhista, da antirreforma da previdência, com as quais querem massacrar o homem do campo e da cidade”, discursou Valduga.

O parlamentar do PCdoB defendeu a união dos representantes dos trabalhadores.

“É hora de união para reverter o retrocesso, por isso esse justo reconhecimento por tudo o que vocês fazem, porque o momento é de muita unidade, de deixarmos as vaidades de lado e de perseguirmos o interesse dos trabalhadores e de um projeto desenvolvimentista para o nosso país”.

Luciane Carminatti (PT) manifestou apoio, reconhecimento e gratidão aos sindicalistas e sindicatos.

“No meu primeiro emprego como concursada atuei como representante sindical, o governador Vilson Kleinubing resolveu transferir todos para Florianópolis, fizemos greve por 30 dias, acampamos no palácio, vendíamos sanduíches para manter pais e mães de família. A luta sindical faz a gente olhar para outros horizontes, de um lado os patrões e do outro lado os trabalhadores”, declarou Carminatti.

A deputada destacou a participação das mulheres nos sindicatos e criticou a cultura machista.

“Temos companheiros machistas, preconceituosos e racistas, nossa luta é pelo fim do preconceito e pelo protagonismo das mulheres, se não a gente não vai ser referência para o nosso povo”, insistiu a representante de Chapecó.

Dirceu Dresch (PT) parabenizou os sindicalistas e apontou as origens sindicais dos três deputados presentes na homenagem.

“Uma educadora (Carminatti), um bancário (Valduga) e um agricultor familiar”, descreveu Dresch, que demonstrou preocupação com a perda de espaço na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. “A classe trabalhadora perdeu 30% da representação no Congresso Nacional”.

Dresch alertou os sindicalistas de que podem ter o mesmo destino do ex-presidente Lula, que será julgado em segunda instância pelo TRF-4, em Porto Alegre.

“Agora é ele, mas logo vão ser os sindicalistas que vão estar no banco dos réus da ditadura do judiciário e da grande mídia. Estamos vivendo novos tempos, precisamos resistir primeiro pela democracia”, propôs o representante de Saudades.




Fonte: ​Nova Central Sindical do Estado de Santa Catarina

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top