SP: Trabalhadores do transporte de São Paulo aprovam GREVE GERAL!

Data de publicação: 12 Dez 2017

Os trabalhadores em transportes dos modais rodoviário, metroviário e ferroviário, reunidos em plenária realizada na sede do sindicato dos condutores nesta segunda-feira (11) aprovaram, por unanimidade, a greve geral caso o projeto de desmonte da previdência pública seja colocado em pauta pela Câmara dos Deputados.




As lideranças do setor ressaltaram que somente uma radicalização dos trabalhadores derrotará a proposta do governo. As categorias reafirmaram que o transporte não fugirá à sua responsabilidade e cumprirá o seu papel fundamental no sucesso da Greve Geral.

Estavam presentes dirigentes de todas as Centrais Sindicais e de sindicatos de transportes de diferentes modais e regiões de São Paulo. A decisão foi unânime: “SE BOTAR PRA VOTAR, O BRASIL VAI PARAR!”.

Os sindicatos de transportes respondem ao chamado da classe trabalhadora se unem à luta para impedir mais uma tragédia contra a população, imposta pelo governo e por deputados comprometidos com os interesses do mercado em detrimento da nação.

Ao final da plenária, o Presidente do Sindicato dos Condutores de São Paulo, o "Noventa", indicou ESTADO DE GREVE PERMANENTE e avisou que, se o governo insistir em colocar pra votação a Reforma da Previdência Social, na próxima segunda (18), "São Paulo vai acordar sem ônibus".

Os metroviários de São Paulo, o Sindicato dos Rodoviários de Osasco (Presidente Alves) e o Sindicato dos Rodoviários do ABC (Sintetra) também aderiram ao Estado de Greve e deram o mesmo recado para o governo.




“Nenhum sindicato quer ter o legado de ter sido omisso durante a luta contra a Reforma da Previdência, pois o trabalhador e a trabalhadora lembrará se seu sindicato foi à luta ou deixou o governo acabar com suas respectivas aposentadorias. É hora de barrar esse massacre contra a classe trabalhadora",  declarou o presidente da  Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado de São Paulo - NCST/SP, Luiz Gonçalves "Luizinho", durante a reunião.




Fonte: ​Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado de São Paulo - NCST/SP

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top