Ato público contra “reforma” da previdência e trabalhista

Data de publicação: 14 Nov 2017

 

Centrais sindicados e movimentos populares do Estado de Tocantins protestaram na manhã desta sexta-feira (10/11), contra as “reformas” da previdência e trabalhista. O ato aconteceu em frente à Caixa Econômica Federal, na quadra 104 Sul e contou com a participação da Nova Central Sindical de Trabalhadores no Tocantins (NCST-TO), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Pública, Central de Trabalhadores e Trabalhadores do Brasil (CTB), União Geral de Trabalhadores (UGT), Frente Brasil Popular, Central de Movimentos Populares e Movimento Nacional de Luta pela Moradia.

O primeiro vice-presidente da NCST-TO, Flávio Dias da Silva, afirmou que o governo Temer está fazendo todos os esforços para tirar o máximo de direito dos trabalhadores e que é preciso reagir a estes ataques. “A reforma trabalhista que entrou em vigor no último sábado (11/11) é um duro golpe contra os trabalhadores. Os direitos foram retirados e, a partir de agora aquilo que for negociado na convenção coletiva, vale mais que a lei”, protestou Flávio Dias.
 
 
O representante da NCST-TO falou que, com todos esses ataques aos direitos dos trabalhadores não resta outra alternativa, a não ser a resistência. “Nós do movimento sindical vamos resistir e reagir contra tudo isso. Precisamos, juntamente com nossas centrais, federações e confederações, fortalecer nossa presença em todos os municípios para mostrar aos trabalhadores os prejuízos da “reforma” da Previdência e trabalhista”, afirmou Flávio Dias.
 
Coleta de assinaturas
As entidades sindicais que fazem parte do Fórum Sindical de Trabalhadores- FST estão coletando assinaturas para apresentação de um projeto de lei de iniciativa popular, com objetivo de revogar a “reforma” trabalhista. Denominado: Movimento por um Brasil Melhor, a campanha quer coletar mais de 2 milhões de assinaturas que serão anexada ao projeto de lei de iniciativa popular a ser apresentado na Câmara Federal. No Tocantins estão sendo coletadas assinaturas na Capital e nas principais cidades do Estado.
 



Fonte: Assessoria de Comunicação Social – NCST-TO 
 

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top