Centrais sindicais unidas ocupam centro de São Paulo contra a reforma trabalhista

Data de publicação: 13 Nov 2017





No Dia Nacional de Luta, nesta última sexta-feira (10), mais de 10 mil trabalhadores e trabalhadoras protestaram contra a "reforma" trabalhista que entra em vigor neste sábado, na Praça da Sé, centro de São Paulo. O ato contou com a presença de militantes de todas as centrais.



“A classe trabalhadora ergue sua voz e seu punho nessa manhã, na Capital de São Paulo e de todo o país, para mostrar que não aceita a "reforma" trabalhista”, declarou o presidente José Calixto Ramos que esteve presente no evento.



“Estão tentando escravizar o trabalhador e a trabalhadora brasileira. A "reforma" trabalhista é um desmonte de direitos que já presenciamos na história do país”, afirmou Luiz Gonçalves, presidente da Nova Central – SP. “O que o Governo Temer quer é nos transformar em um país de bóias-frias”, complementou.



"As centrais sindicais permanecem fortes e unidas para continuarem defendendo os interesses da classe trabalhadora, e essa é a receita para a vitória", declaram dirigentes sindicais da Nova Central.


Fonte: NCST/SP com adaptação Imprensa Nova Central

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top