SP: Centrais sindicais debatem alternativas para agenda regressiva de Temer

Data de publicao: 14 Ago 2017


As centrais sindicais (Nova Central, CTB, UGT, CSB e Força Sindical) se reuniram na tarde de segunda-feira (14/08) para definirem agenda de enfrentamento contra as medidas do governo Temer.

O presidente na  NCST/SP, Luiz Gonçalves, representou a Nova Central na reunião e manteve a posição de defesa dos direitos trabalhistas e sociais da classe trabalhadora brasileira defendida pelo presidente da NCST Nacional, José Calixto Ramos. 

Luizinho afirma que é  hora de reagir, pois manter uma posição defensiva não trará nenhuma vitória para o movimento sindical. “Enquanto lamentamos, o presidente Michel Temer e o Congresso articulam novas formas de destruir nossos direitos", argumentou.

"O recado que deixamos nessa reunião e que propagamos a todos os nosso filiados e filiadas é que a Nova Central se mantém forte e engajada na luta", concluiu o presidente da NCST/SP.




Fonte: Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado de São Paulo - NCST/SP

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top