Mais um dia pra ficar marcado na história do Brasil!

Data de publicação: 10 Maio 2017

No Brasil temos muitas datas históricas. O dia do Descobrimento, 22 de abril; Dia de Tiradentes, 21 de abril; Dia da Independência, 7 de setembro; e, o Dia da Proclamação da República, 15 de novembro. Nesses dias, séculos atrás, aconteceram eventos importantes. Históricos.

Pensando nisto, me pergunto: como será batizado este 10 de maio de 2017, dia em que o ex-presidente Lula será interrogado pelo juiz Sérgio Moro? E não é só este fato de relevância histórica que acontece neste dia frio de outono. No Congresso Nacional, segue a articulação do governo pela aprovação da “Reforma da Previdência e Trabalhista”.

Se o ex-presidente Lula é culpado ou não, não sei. O que sei é que ele foi o presidente que, desde Getúlio Vargas, olhou de verdade para a maioria da população brasileira, a classe trabalhadora, e governou em benefício dela, tomou medidas como:

A revogação da PEC 369 que tratava da Pejotização dos trabalhadores e o negociado sobre o legislado; criou o Minha Casa, Minha Vida; Construiu a transposição do rio São Francisco; Valorizou e fortaleceu o movimento sindical com o reconhecimento das Centrais Sindicais; Estabeleceu a política de valorização do Salário Mínimo; Corrigiu as aposentadorias; Regulamentou a Profissão dos Trabalhadores Rodoviários e das Domésticas; Criou o maior programa de distribuição de renda do mundo, o Bolsa Família; Criou a Lei da Transparência; Construiu o maior número de Universidades na história do Brasil; Melhorou a Educação e não permitiu a redução dos direitos dos trabalhadores.

Tudo isso incomodou os poderosos. Por isso, Lula é perseguido incansavelmente. País dos mais injustos do planeta, o Brasil tudo faz neste momento pra voltar ao tempo de exclusão da maioria da população brasileira na partilha da riqueza gerada no país.

Enquanto isto tudo acontece, seguimos fazendo o que nos cabe, ou seja, pulando da cama antes do Sol nascer e lutando, todos os dias, em defesa da classe trabalhadora.

Por: Denilson Pestana da Costa, presidente da Nova Central-PR
 

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top