Sem nenhum escrúpulo Rodrigo Maia atropela direito dos trabalhadores!

Data de publicação: 20 Abr 2017

Está em marcha no Brasil um projeto de governo que visa somente subtrair direitos sociais e trabalhistas. Orquestrado pelo presidente Michel Temer (PMDB apoiado pelo PSDB), parlamentares da base aliada do Governo Federal e setores da Justiça do Trabalho e Supremo Tribunal Federal (STF), aos poucos fazem um desmonte nos direitos e conquistas do povo brasileiro.

Depois que rasgaram a Constituição Federal em desrespeitaram a democracia, este grupo se sentem no dever de escravizar os trabalhadores (as), e mais uma vez de forma autoritária, a Câmara dos Deputados, sob a batuta do presidente Rodrigo Maia (DEM/RJ), atropelou o regimento interno da Casa e aprovou o regime de urgência para a Reforma Trabalhista (PL 6787/16), em votação realizada no início da noite de quarta-feira (19/04).

A diretoria da Nova Central de imediato repudiou veemente este ato. De acordo com Nailton Francisco de Souza (Porreta), Diretor Nacional de Comunicação da Nova Central, sem nenhum escrúpulo, o resultado foi obtido com uma manobra política, denunciada pela oposição e chamada de "método Cunha" por desrespeitar as normas de funcionamento da Câmara ao repetir uma votação sobre a mesma questão em menos de 24h.

Na noite de terça (18/04), o plenário havia rejeitado o regime de urgência por insuficiência de votos, pois o pedido obteve o apoio de 230 parlamentares, quando o necessário é 257. Nesta segunda votação, os golpistas conseguiram 287 votos a favor da urgência e 144 contra, aprovando a medida.

 “Não tenho dúvidas de quer os ânimos se acirraram mais ainda com esta atitude covarde do Maia. Com a aprovação do regime de urgência, não será possível pedir vista ou emendar a matéria na Comissão Especial que analisa o substitutivo do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). Agora, o substitutivo da Reforma Trabalhista, que é pior que o projeto original, poderá ser votado na Comissão Especial na próxima terça-feira (25/04) e no plenário da Câmara no dia seguinte, quarta-feira (26/04)”, diz Porreta. 
 

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top