Sem nenhum escrúpulo Rodrigo Maia atropela direito dos trabalhadores!

Data de publicação: 20 Abr 2017

Está em marcha no Brasil um projeto de governo que visa somente subtrair direitos sociais e trabalhistas. Orquestrado pelo presidente Michel Temer (PMDB apoiado pelo PSDB), parlamentares da base aliada do Governo Federal e setores da Justiça do Trabalho e Supremo Tribunal Federal (STF), aos poucos fazem um desmonte nos direitos e conquistas do povo brasileiro.

Depois que rasgaram a Constituição Federal em desrespeitaram a democracia, este grupo se sentem no dever de escravizar os trabalhadores (as), e mais uma vez de forma autoritária, a Câmara dos Deputados, sob a batuta do presidente Rodrigo Maia (DEM/RJ), atropelou o regimento interno da Casa e aprovou o regime de urgência para a Reforma Trabalhista (PL 6787/16), em votação realizada no início da noite de quarta-feira (19/04).

A diretoria da Nova Central de imediato repudiou veemente este ato. De acordo com Nailton Francisco de Souza (Porreta), Diretor Nacional de Comunicação da Nova Central, sem nenhum escrúpulo, o resultado foi obtido com uma manobra política, denunciada pela oposição e chamada de "método Cunha" por desrespeitar as normas de funcionamento da Câmara ao repetir uma votação sobre a mesma questão em menos de 24h.

Na noite de terça (18/04), o plenário havia rejeitado o regime de urgência por insuficiência de votos, pois o pedido obteve o apoio de 230 parlamentares, quando o necessário é 257. Nesta segunda votação, os golpistas conseguiram 287 votos a favor da urgência e 144 contra, aprovando a medida.

 “Não tenho dúvidas de quer os ânimos se acirraram mais ainda com esta atitude covarde do Maia. Com a aprovação do regime de urgência, não será possível pedir vista ou emendar a matéria na Comissão Especial que analisa o substitutivo do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). Agora, o substitutivo da Reforma Trabalhista, que é pior que o projeto original, poderá ser votado na Comissão Especial na próxima terça-feira (25/04) e no plenário da Câmara no dia seguinte, quarta-feira (26/04)”, diz Porreta. 
 

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias postadas em nosso portal. Cadastre-se e confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top