MURAL
Data de publicação: 10 Fev 2010
NCST/PR - APOIO AO REAJUSTE DO SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL
Na tarde desta segunda-feira (08/02), dirigentes da FETROPAR e dos sindicatos de Rodoviários filiados à Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado do Paraná (NCST/Paraná), participaram do ato das Centrais na Assembléia Legislativa do Paraná (Alep) em apoio ao governador em exercício, Orlando Pessuti, que entregou aos deputados três PECs (Projetos de Emenda à Constituição Estadual) referentes ao reajuste deste ano do salário mínimo regional, à adoção de um sistema de reajuste permanente do dispositivo e à equiparação dos salários dos trabalhadores terceirizados ao piso estadual.

Se aprovados os reajustes entre 9,5% e 21,5%, o piso regional passará a variar entre R$ 663 e R$ 765 – valores até 50% maiores que o novo salário-mínimo nacional, de R$ 510. O aumento causará impacto na economia paranaense de R$ 150 milhões por mês, segundo estimativa do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).



O presidente da NCST/Paraná, Denilson Pestana da Costa, junto com os demais presidentes de centrais no Paraná, esteve à frente do ato na Alep em apoio à medida do vice-governador Orlando Pessuti.
Representando os trabalhadores em transportes rodoviários, estiveram presentes no ato o presidente da Fetropar, Epitácio Antonio dos Santos, o presidente do Sintruv (União da Vitória), Sérgio Paulo Kampmann, o diretor do Sintracarp (Curitiba), Gilberto Amorim, o diretor do Sintropab (Pato Branco), Douglas Dias e os diretores do Sindeesmat (Curitiba): Nádia Beatriz Graff, José Luiz Kogeraski e José Rodrigues.

Pressão – Para Denílson, a partir de agora a Nova Central tem como tarefa a mobilização dos dirigentes das entidades filiadas, de todo o Paraná, para cobrarem dos deputados de suas bases a aprovação das PECs encaminhadas pelo Governo Estadual. “Temos que garantir a aprovação das Propostas, o mais rápido possível, pois seus reflexos interferem positivamente na vida de milhares de paranaenses”, destaca.
O presidente da Nova Central, que participou ativamente das discussões que resultaram na elaboração das Propostas, informa que se empenhará, pessoalmente, tanto na mobilização das bases da entidade quanto no acompanhamento da tramitação das mesmas na Assembléia Legislativa.
“Aprendi na militância política e sindical que é preciso estar atento o tempo todo na luta em defesa dos interesses dos trabalhadores, pois o empresariado em geral usa todas as suas armas quando se trata de fazer justiça aos verdadeiros construtores deste país”, finaliza.
(Com informações da Agência Nova Central de Notícias)

IMPRIMIR VOLTAR


SAF-Sul Quadra 02 Bloco "D" Térreo - Sala 102 / Ed. Via Esplanada  CEP: 70070-600 - Brasília-DF

Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

  Copyright 2005-2012 NCST - Nova Central Sindical de Trabalhadores
Desenvolvimento: MVMWeb.com