|| ACONTECE ||
Data de publicação: 9 Ago 2012
Nova Central fortalece propostas dos trabalhadores na I CNETD


Nesta quinta-feira (09/08) o Centro de Convenções Ulysses Guimarães reservou 12 salas para realizar as discussões dos Eixos Temáticos, que contou com a participação dos representantes da Nova Central em cada uma delas.

Segundo a Diretora da Nova Central, Ledja Austrilino, os documentos produzidos no encontro não será lei, no entanto poderá direcionar a política de governo para a criação de empregos e trabalho decente. “As discussões realizadas sobre os Eixos Temáticos são de real importância para a classe trabalhadora, pois iremos discutir os mais variados temas em benefício de todos”, esclarece.



Os Eixos Temáticos ficaram divididos entre os seguintes assuntos:

No Eixo 1 – Estão os Princípios e Direitos. Neste Eixo foi debatido “Igualdade de Oportunidades e de Tratamento, Especialmente para Jovens, Mulheres e População Negra”, com participação do representante da Nova Central do Paraná, Marcos Antônio e a Diretora da Nova Central para Assuntos da Mulher e da Juventude, Sônia Maria Zerino, Delegada Indicada.

Ainda no Eixo 1, tivemos o Grupo de Trabalho 2, sobre “Negociação Coletiva e Políticas de Valorização do Salário Mínimo e Segurança e Saúde no Trabalho”, com participação de Vânia Lucia, representando a NCST/GO, Raimundo Henriques, NCST/MA e Geraldo Gonçalves, Delegado Indicado, representando a Nova Central de Minas Gerais. Neste Grupo a Nova Central ficou responsável pela relatoria das atividades desenvolvidas neste debate.

Por fim o Grupo de Trabalho 3, sobre “Segurança e  Saúde no Trabalho”, com Luis Edmundo Quitanilha, da NCST/RJ e Sebastião de Macedo, da Nova Central da Paraíba.

Eixo 2 – (Proteção Social), com 2 Grupos de Trabalho: “Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, Prevenção e Erradicação do Trabalho Escravo, do Tráfico de Pessoas e Migração para o Trabalho”, com participação de Cátia Aparecida, da Nova Central de São Paulo e Silmonica Rodrigues representando o estado de Minas Gerais. Já no 2º Grupo que tratou da “Informalidade e Seguridade Social”, com Antônio Erivaldo, presidente da NCST/PB, Marivaldo Nazareno, presidente da NCST/PA e Ednaldo Pedro, representando a Nova Central de Santa Catarina.

O Eixo Temático 3, foi dividido em 6 Grupos de Trabalho. O 1º GT tratou das “Políticas Macroeconômicas de Crédito e Investimento para Geração de mais e Melhores Empregos”, com participação da Diretora da Nova Central, Maria dos Anjos , que na ocasião participou da aprovação neste Grupo de Trabalho, da Redução da Jornada de Trabalho para 40 horas semanais, que irá para a Plenária dos Eixos.

 No 2º GT, que falou sobre “Sistema Público de Emprego, Trabalho, Renda e Educação Profissional”, com Deodato Ferreira. Representando a Nova Central de Goiás, Erminio Ferreira, NCST/PR e José Reginaldo Inácio, Diretor da Nova Central e Delegado Indicado para a participação na Conferência.

GT 8, da “Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Políticas Públicas de Microcrédito”, contou com a participação de Francisca Eloi da Paraíba e Raimundo Cocada, representando a Nova Central de São Paulo.

No GT 9, do “Emprego Rural e Agricultura Familiar”, com Oracildes Tavares do Paraná, Valter Souza, presidente da NCST/RS e Joaquim Dias do Mato Grosso.

O Grupo de Trabalho 10 teve Francisco Osvaldo do Piauí, representando a Nova Central e debater o tema em questão: “Cooperativas e Empresas Sustentáveis”. E por último o GT 11 que tratou dos “Empregos verdes e Desenvolvimento Territorial Sustentável, Empreendimentos de Economia Solidária e Inclusão Produtiva de Grupos Vulneráveis”, com Ieda Maria do Rio Grande do Norte e Severina dos Ramos, Nova Central da Paraíba.

No último Eixo Temático 4 (Diálogo Social), com apenas 1 Grupo de Trabalho, contou com a participação de:  João José Machado, do Mato Grosso do Sul e Nailton Francisco, de São Paulo, para debater sobre “Fortalecimento dos Atores Tripartites e do Diálogo Social”.

Assim, a Nova Central encerra o 2º dia de Conferência; participando de todos os debates e assumindo a relatoria do GT2 (Eixo Temático I), sobre “Negociação Coletiva e Políticas de Valorização do Salário Mínimo”.

No término das atividades, os presidentes das Centrais Sindicais se reuniram com o Ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto, no Subsolo do Centro de Convenções Ulysses Guimarães às 17h. Segundo o Ministro, todo o seu gabinete estará, durante o evento, recebendo as reinvidicações, para negociações, pois estaria preocupado em ouvir os apelos das Centrais Sindicais.

Gerar emprego e trabalho decente para combater a pobreza e as desigualdades sociais, é o principal objetivo do evento. “Esta conferência será um passo decisivo na formulação de uma Política Nacional de emprego e trabalho decente”, conclui Ledja Austrilino, Diretora da Nova Central e membro da Comissão Organizadora Nacional da Conferência.

Como resultado de todos estes esforços concentradas para a realização da conferência está: a indicação de prioridades de atuação do poder executivo na consecução da Política Nacional de emprego e trabalho decente, além de propor política que fortaleça a proteção social aos trabalhadores e aos grupos mais vulneráveis.


 

IMPRIMIR VOLTAR


SAF-Sul Quadra 02 Bloco "D" Térreo - Sala 102 / Ed. Via Esplanada  CEP: 70070-600 - Brasília-DF

Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

  Copyright 2005-2012 NCST - Nova Central Sindical de Trabalhadores
Desenvolvimento: MVMWeb.com