Destaques .

Acontece »

Temer esvazia programas para o campo e pe em risco at a merenda escolar


Aprovação de leis polêmicas de interesse dos ruralistas, extinção de órgãos como o MDA e a Ouvidoria Agrária e a redução drástica do orçamento de programas vitais como o PAA mostram que o governo decidiu estrangular a agricultura familiar, setor que põe comida na mesa do brasileiro

Reforma Trabalhista no perdoa infraes anteriores nova Lei, diz MTb


Nota técnica do Ministério do Trabalho determina que a nova legislação trabalhista não vale para infrações cometidas antes da entrada em vigor da Reforma Trabalhista – Lei 13.467/17, que entrou em vigor no dia 11 de novembro. Com isso, segundo a nota, condutas ilícitas praticadas antes da vigência da Reforma Trabalhista e que, com a nova lei, deixaram de ser infração, continuam passíveis de punição.
 

DEBATES & OPINIÕES »

Bernie Sanders: hora de nova rebeldia global


Às vésperas do Fórum de Davos, ex-candidato à presidência dos EUA propõe um movimento articulado para enfrentar, em todo o mundo, os poderosos, os bilionários e a desigualdade estrutural
 

Metade dos impostos s beneficiam credores da dvida pblica



“O orçamento total previsto para 2018 é de mais de R$ 3,5 trilhões. Desse total, 52% serão destinados para juros, encargos, amortizações e refinanciamento da dívida pública. Uma porcentagem grotesca e cruel, que comprova que os horizontes de Temer e Meireles estão voltados para privilegiar bancos, rentistas, especuladores e o mercado financeiro”. 

Recuperao ou suspiro


O governo comemora os resultados da economia, mas o país vive uma depressão.
 

Financiamento sindical e vontade coletiva


No centro da peleja está o significado jurídico de “vontade coletiva”. A Lei da Reforma tem orientação antissindical. Confina o tema da organização da “categoria” à vontade individual. Mistura alhos com bugalhos. Qualquer condomínio decide suas questões por vontade coletiva em assembleia e por maioria de votos. Quem não vai, acata o decidido.
 

Governo mente sobre reforma da Previdncia




"Essa reforma penaliza os pobres sim e também o trabalhador rural, ao contrário do que diz a propaganda do governo", explica o professor da Unicamp, Eduardo Fagnani.

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. A NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES marca um momento importante na história do Movimento Sindical Brasileiro, ela é a esperança transformada em realidade que se constitui como instrumento de luta e de unidade da classe trabalhadora do nosso País.

NEWSLETTER
RECEBA NOTÍCIAS POR EMAIL

Receba diariamente todas as notícias publicadas em nosso portal. Após cadastro, confirme sua inscrição clicando no link que chegará em sua caixa de entrada. Confira essa novidade!

SAF-Sul Quadra 02 Bloco D Térreo - Sala 102 - Ed. Via Esplanada - CEP: 70070-600 - Brasília-DF | Telefone: (61) 3226-4000 / Fax: (61) 3226-4004

Back to Top